Por risco de apagão, governo Bolsonaro pedirá “racionamento voluntário” na TV nesta segunda

·1 minuto de leitura
BRASILIA, BRAZIL - SEPTEMBER 28: (L-R) Jair Bolsonaro, President of Brazil smiles next to Brazil's Minister of Mines and Energy Bento Albuquerque during the launch ceremony of the
Presidente Jair Bolsonaro e o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque (Foto: Andre Borges/Getty Images)
  • Ministro de Minas e Energia Bento Albuquerque fará pronunciamento em rede de rádio e televisão nesta segunda, às 20h

  • Albuquerque deve negar que haja risco de racionamento ou apagão

  • Por outro lado, ministro pedirá que população contribua e faça "racionamento voluntário"

Na noite desta segunda-feira (28), às 20h, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, fará um pronunciamento em rede de rádio e televisão. O tema será a crise hídrica que o Brasil enfrenta, a pior das hidrelétricas dos últimos 91 anos.

Segundo o jornal O Globo, a duração será de, aproximadamente, 4 minutos. Bento Albuquerque deve voltar e negar que haja um racionamento de energia e também de possíveis apagões, como já fez recentemente.

Leia também:

No entanto, há a expectativa de que o ministro peça para que a população brasileira use a energia de forma mais racional e consciente, com o objetivo de economizar energia. A ideia é que as pessoas façam um racionamento voluntário.

Ao jornal O Globo, pessoas próximas ao ministro revelaram que a ideia do pronunciamento é tranquilizar os brasileiros. A decisão de falar em rede de rádio e televisão foi tomada depois da avaliação da necessidade de demonstrar que não há risco energético provocado pela crise hídrica do país.

Outro tema que deve ser abordado por Bento Albuquerque é a MP para centralização da água.

Com a falta de água nos reservatórios, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deve anunciar um novo reajuste nas bandeiras tarifárias na próxima terça-feira (29).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos