Por turismo de luxo, Paulo Guedes indica apoio à liberação de cassinos no país

BRASILIA, BRAZIL - FEBRUARY 20: Brazil's Economy Minister Paulo Guedes speaks during the "Ceremony of the New Housing Credit Program" at the Planalto Palace on February 20, 2020 in Brasilia, Brazil. (Photo by Andressa Anholete/Getty Images)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Depois de 74 anos do decreto que extinguia o jogo no país, ministro da Economia defende a legalização dos estabelecimentos.

  • Guedes tem dito que o Brasil tem todas as condições de abrigar os empreendimentos, o impulsionaria, com isso, o turismo de luxo.

As portas dos cassinos nunca estiveram tão perto de ser reabertas no país, escancaradas por um movimento liderado por empresários do jogo, parlamentares e integrantes da cúpula do Executivo. E isso passados quase 74 anos após a publicação do decreto que extinguiu o jogo em todo o território nacional.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

Segundo o blog do jornalista Guilherme Amado, da Revista Época, até mesmo o ministro da Economia, Paulo Guedes, já manifestou a pessoas próximas ser favorável à reabertura desse tipo de estabelecimento em resorts. Guedes tem dito que o Brasil tem todas as condições de abrigar os empreendimentos, o impulsionaria, com isso, o turismo de luxo. 

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

A posição tem sido publicamente defendida pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e tem apoio do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, e do presidente da Embratur, Gilson Machado

Leia também

Até mesmo o presidente Jair Bolsonaro foi alcançado pela pressão. Um assessor direto do presidente, apurou o blog, afirmou que ele tem, agora, uma visão favorável à regularização dos cassinos.

A suposta posição de Bolsonaro ganhou força depois da ida do senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ) para Las Vegas e Miami mês passado. Lá, Flávio se reuniu com representantes do setor, como o fundador do grupo Las Vegas Sands, Sheldon Adelson, que já manifestou publicamente o interesse em abrir cassinos integrados a resorts no Brasil. Também integraram Gilson Machado, da Embratur, o senador Irajá Abreu (PSD-TO) e o deputado federal Hélio Lopes (PSL-RJ), além do lutador de MMA Vitor Belfort, embaixador do turismo do Brasil.

“Que alegria poder saber que em nosso corpo diplomático tem pessoas tão incríveis, competentes e de mente aberta. Um grande prazer discutir o futuro do Brasil com nosso cônsul-geral em Miami, embaixador João Mendes Pereira. Estamos juntos trabalhando para um novo Brasil!”, escreveu Belfort em seu perfil no Instagram, no último dia 21 de janeiro.

O grupo que viajou avaliou que, se o país for capaz de montar um projeto “conservador” e que feche as portas à lavagem de dinheiro --uma das principais críticas à legalização dos jogos --, a opinião pública pode ficar ao lado da proposta.