Portões de locais de prova do Enem abrem ao meio-dia

São Paulo , SP, BRASIL, 13-11-2022: ENEM-SP- Candidatos que farão a primeira prova do Enem neste domingo (13), aguardam a abertura dos portões na Unip, da Rua Vergueiro. (Foto: Bruno Santos/ Folhapress)
São Paulo , SP, BRASIL, 13-11-2022: ENEM-SP- Candidatos que farão a primeira prova do Enem neste domingo (13), aguardam a abertura dos portões na Unip, da Rua Vergueiro. (Foto: Bruno Santos/ Folhapress)

SÃO PAULO, SP, E BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Os portões dos locais de prova do Enem abriram às 12h deste domingo (13) em todo o país. A edição deste ano recebeu cerca de 3,4 milhões de inscrições.

Os portões fecham às 13h e a prova tem início às 13h30.

Os candidatos fazem hoje a redação e as provas de linguagens e ciências humanas. Eles têm cinco horas para fazer o exame.

A conturbada cena política brasileira de 2022 foi mais um desafio para parte dos candidatos que fazem o Enem neste domingo

O estudante Marcos Iahnke, 18 faz o Enem pelo segundo ano em busca de uma vaga em medicina em uma universidade pública. Ele faz a prova no Uniceub, em Brasília.

"Nunca é fácil se preparar, ainda mais em um ano todo conturbado. Foi mais tenso. E tive que estudar pra eleição também, pra votar bem", disse ele. "E ainda tem a Copa do Mundo", brinca ele.

A estudante Alessandra Roma, 19, estudou política e atualidades para se preparar para redação.

"Mas não acho que vai ter questão sobre este ano porque está todo mundo polarizado", diz ela, em busca de uma vaga em engenharia.

"No último ano foquei em conhecimentos gerais. Estudei bastante meio ambiente porque sempre cai", disse Fernanda Nusser, 18, que quer uma vaga em administração.

Em meio a mais uma onda de aumento de casos de Covid, é importante que candidatos que estiverem com o vírus ou sintomas da doença não compareçam aos locais de prova. Eles podem solicitar a reaplicação para fazer o exame em uma segunda data, que está marcada para os dias 10 e 11 de janeiro de 2023.

A solicitação da reaplicação deverá ser feita na Página do Participante em até cinco dias úteis após o último dia de aplicação (no dia 20 deste mês).

A possibilidade está prevista no edital, publicado em abril deste ano. O candidato deverá anexar ao pedido um documento que comprove a doença, com o código correspondente à CID-10 (Classificação Internacional de Doença) e assinatura e da identificação do profissional.

Também deve constar no documento a identificação de órgão competente, que pode ser o Conselho Regional de Medicina ou do Ministério da Saúde.

Resultados de testes PCR também valem para comprovação, desde que contenham assinatura e carimbo de um médico.

Vale lembrar que, com a alta de casos de Covid-19, o uso de máscara facial é obrigatório durante a prova. Por isso, como o exame dura cinco horas, o ideal é levar duas ou mais máscaras.