Porta-voz do Estado Islâmico insulta Trump e convoca novos ataques

Policiais isolam a entrada de estação de metrô em São Petersburgo após atentado ocorrido na segunda-feira (3)

O porta-voz do grupo extremista Estado Islâmico (EI) convocou nesta terça-feira seus seguidores a atacar os países que lutam contra a organização no Iraque e na Síria, e descreveu o presidente americano, Donald Trump, como um "idiota terrível".

Em uma gravação de áudio difundida nas redes sociais, Abulhassan al-Muhajer avaliou que os Estados Unidos estão "em decadência" e "estão se afogando" porque o país é chefiado por um "idiota terrível, que não sabe o que são a Síria, o Iraque e o Islã".

Ele pediu aos "soldados" do grupo para lançar ataques sobretudo no Iêmen, no Sinai (Egito), na Líbia, no oeste da África, mas também nos Estados Unidos, na Rússia e na Europa.

A gravação do porta-voz do EI, sua primeira desde dezembro, veio à tona enquanto as forças iraquianas avançavam frente aos combatentes do grupo extremista no oeste de Mossul, após ter retomado, em janeiro, a parte oriental da segunda cidade do país.

Os extremistas também enfrentam grandes dificuldades perto de Raqa, reduto do grupo na Síria.

Nos dois últimos anos, o grupo jihadista acumulou reveses no Iraque e na Síria, perdendo uma grande porção dos territórios que havia conquistado em 2014 e onde havia proclamado um "califado".