Portal dos Procurados divulga cartaz pedindo informações sobre morte de mulher em Santa Teresa

O Portal dos Procurados, do Disque Denúncia, divulgou nesta sexta-feira (29) um cartaz pedindo informações sobre a morte de Maria do Carmo Ferreira Carvalho, de 56 anos. O corpo da vendedora foi encontrado no último sábado (23) com marcas de 27 facadas. Ela estava na casa onde morava no Morro dos Prazeres, em Santa Teresa, na região central do Rio.

Vítimas de violência: Região Metropolitana do Rio registra cinco feminicídios em apenas duas semanas

Crime em casa contra ex: Homem é preso em flagrante por tentativa de feminicídio contra ex-companheira e cárcere privado

A Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) investiga o caso como feminicídio.

Segundo o Portal, Maria do Carmo nasceu no Maranhão e morava no Rio há sete anos. Nessa quinta-feira (28), o filho da vítima veio para o município carioca para prestar queixa na polícia e para liberar o corpo. O enterro será em São Luís, terra natal da vítima.

Maria do Carmo trabalhava como vendedora em uma loja de bijuterias na Tijuca, na Zona Norte do Rio.

Mais um caso: Mulher é encontrada morta a facadas em Niterói; ex-companheiro é o principal suspeito

Com o anonimato garantido, o Portal dos Procurados recebe informações pelos seguintes canais:

Telefone: (21) 2253 1177 ou 0300-253-1177

Whatsapp do Portal dos Procurados: (21) 98849-6099

Aplicativo: Disque Denúncia RJ

Facebook (mensagem inbox)

Twitter (mensagens)

Site Portal dos Procurados

Chefe da Delegacia da Mulher é investigado: Companheira acusa agente de atacá-la com tapas

Semana de crimes contra mulheres

Somente nesta semana, outras três mulheres foram mortas em diferentes partes do Rio de Janeiro. Elas foram enterradas na quarta-feira (27), vítimas de feminicídio, modalidade em que a vítima sofre por ser mulher. De janeiro até hoje, o Disque Denúncia (2253-1177), recebeu 486 informações sobre Violência Contra a Mulher. Entre os principais casos estão os de agressões físicas e verbais e de ameaças de morte, sendo que em muitos casos na frente dos filhos.

'Não fizeram nada': Mãe de jovem encontrada morta diz que não teve ajuda da polícia após desaparecimento

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos