Portos do Sudeste Asiático têm pior congestionamento desde abril

·2 min de leitura

(Bloomberg) -- O tufão Kompasu provocou o maior congestionamento de contêineres dos últimos meses, que agora se estende pelo Sudeste Asiático e pode levar semanas para ser solucionado.

Most Read from Bloomberg

Embora as operações portuárias tenham voltado ao normal em Shenzhen e Hong Kong após a passagem da tempestade tropical, o total de contêineres parados nos dois centros vitais havia aumentado para 271 na sexta-feira, o maior número registrado desde que a Bloomberg News começou a rastrear os dados em abril.

Além disso, pelo menos 109 navios estavam ancorados e aguardando para entrar nos portos, segundo os dados, contra 67 na quinta-feira.

“A cadeia de suprimentos está muito pressionada, sem folga, então qualquer pequeno evento causará outro grande problema”, disse James Teo, analista da Bloomberg Intelligence. “Há muitos pontos de estrangulamento.”

Teo acredita que os portos possam continuar congestionados até pelo menos o feriado do Ano Novo Lunar, em 1º de fevereiro.

A tempestade, que agora atinge o Vietnã, também dispersou navios em Haiphong, o terceiro maior porto de contêineres do país. Mais abaixo na costa, o número de navios porta-contêineres nos arredores de Singapura era o mais alto desde 21 de julho, quando o tufão In-fa atingiu Xangai e também abalou a cadeia de suprimentos da região.

A PSA, que opera terminais de contêineres de Singapura, disse que trabalha com clientes de companhias marítimas para ajudá-los a reduzir o atraso em seus cronogramas e atender às conexões de carga.

“A disrupção da cadeia de suprimentos global deve se manter no futuro previsível, e a PSA continuará a garantir a implantação adequada de recursos”, disse a operadora de terminais em comunicado por e-mail.

O impacto dos tufões na Ásia sacudiu a cadeia de suprimentos global, semelhante ao efeito dos furacões no Golfo do México que causaram congestionamentos nas maiores economias do mundo. O presidente dos EUA, Joe Biden, anunciou na quarta-feira que o porto de Los Angeles agora funcionará 24 horas por dia para ajudar a aliviar os gargalos.

O congestionamento no maior porto de contêineres dos EUA permanece elevado, segundo dados compilados pela Bloomberg. Mas mostrou melhora, agora 2,9% acima da mediana observada de abril a outubro.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos