Portugal aplica cartão branco no futebol; entenda o significado

Ideia é premiar o 'fair play' e as boas atitudes numa partida, tanto no campo como nas arquibancadas

Cartão branco foi mostrado após equipes médicas dos dois times atenderem torcedor que se sentiu mal nas arquibancadas. Foto: Joao Rico/DeFodi Images via Getty Images
Cartão branco foi mostrado após equipes médicas dos dois times atenderem torcedor que se sentiu mal nas arquibancadas. Foto: Joao Rico/DeFodi Images via Getty Images

A árbitra Catarina Campos mostrou o primeiro cartão branco em uma partida de futebol em Portugal. A situação aconteceu durante a partida em que o Benfica bateu o Sporting de Portugal por 5 a 0, em jogo válido pela Taça de Portugal Feminina.

Aos 44 minutos do primeiro tempo, a juíza deu cartão branco aos médicos das duas equipes e, ao contrário das advertências amarela e vermelha, o sinal foi o reconhecimento do fair play.

Leia também:

Um dos pouco mais de 15 mil torcedores presentes no Estádio da Luz sentiu-se indisposto nas arquibancadas e precisou de assistência, sendo atendido pelos serviços médicos de ambos os times.

O cartão branco foi aprovado pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) em 2018 para premiar o 'fair play' (jogo limpo) e as boas atitudes numa partida, tanto no campo como nas arquibancadas.

Esta ferramenta promovida pelo Plano Nacional de Ética no Desporto de Portugal serve para “reconhecer os comportamentos corretos em campo, aplicando-se a jogadores, treinadores e também torcedores”, explicou a FPF ao anunciar a criação do cartão branco.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Vale lembrar que os cartões começaram a ser usados ​​extraoficialmente no mundo do futebol durante a Copa do Mundo de 1966, na Inglaterra, nas quartas de final entre Argentina e Inglaterra.

Oficialmente, os cartões amarelo e vermelho foram introduzidos na Copa do Mundo do México realizada em 1970, com o soviético Kakhi Asatiani sendo o primeiro jogador a receber o cartão amarelo e o chileno Carlos Cazely o primeiro a ver o cartão vermelho.

O cartão branco já tinha sido usado pela Federação Espanhola de Futebol em 1971 para advertência.

Só que em 1976 os espanhóis foram obrigados a cumprir normas internacionais e trocou seu cartão branco pelo amarelo que era já utilizado em outros países.