Portugal impõe toque de recolher na noite do Ano Novo para conter o coronavírus

Catarina Demony
·1 minuto de leitura
.

Por Catarina Demony

LISBOA (Reuters) - Um toque de recolher a partir das 23h entrará em ação em Portugal na véspera do Ano Novo, afirmou o primeiro-ministro António Costa, nesta quinta-feira, com o governo introduzindo medidas para reduzir a disseminação do coronavírus durante uma noite tipicamente movimentada.

“Temos que cortar totalmente as comemorações de Ano Novo”, disse Costa a repórteres, após uma reunião por vídeo com ministros, acrescentando que as pessoas não poderão sair de casa entre 23h e 5h do dia 1º a 3 de janeiro.

Duas semanas atrás, Costa afirmou que as pessoas poderiam voltar para casa antes das 2h na véspera do Ano Novo, mas uma reavaliação das medidas levou em consideração a atual situação da pandemia e forçou o governo a dar um passo para trás.

“O número de casos por semana está caindo, mas não tão rapidamente quanto antes”, disse Costa, explicando que o governo decidiu apertar as medidas para o Ano Novo para que as regras no Natal não fossem tão severas.

Não há limite para quantas pessoas podem se reunir em cada casa durante o Natal e a proibição a viagens domésticas não será imposta entre 23 e 26 de dezembro.

Portugal, com população de pouco mais de 10 milhões de pessoas, registrou 362.616 casos confirmados de Covid-19 e 5.902 mortes.

(Reportagem de Catarina Demony)