Portugal limitará viagens ao exterior devido ao coronavírus

·1 minuto de leitura
Aeronave da companhia aérea portuguesa TAP se prepara para taxear no aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, 9 de dezembro de 2020

Portugal, afetado por uma explosão de casos de coronavírus, limitará as viagens de seus cidadãos para o exterior por quinze dias, anunciou o ministro do Interior, Eduardo Cabrita, nesta quinta-feira (28).

"Exceto em casos excepcionais, durante a próxima quinzena, as saídas de cidadãos nacionais por via aérea, terrestre ou marítima, serão limitadas", declarou diante do Parlamento se referindo a renovação do estado de urgência sanitária a partir de domingo.

Portugal registrou na quinta-feira novos recordes de contágios e mortes diárias provocadas pela covid-19, com 16.432 casos e 303 mortos adicionais em 24 horas, segundo a direção-geral da saúde em seu relatório diário.

O balanço total depois do início da pandemia neste país de 10 milhões de habitantes é de 11.608 mortos, entre eles 3.000 nas últimas duas semanas.

Segundo dados reunidos pela AFP, Portugal é o país, no mundo, que mais sinalizou nas últimas semanas o maior número de casos e mortes pela covid-19 com relação a sua população, superando apenas o enclave britânico de Gibraltar.

O primeiro-ministro Antonio Costa, em entrevista concedida na quarta-feira a uma televisão nacional, disse que "temos observado um crescimento exponencial de novos casos, e isso causa novas hospitalizações que, por sua vez provocam uma pressão gigantesca no Serviço Nacional de Saúde".

O número de hospitalizações caiu, porém, nesta quinta-feira foram registrados 6.565 doentes (dos quais 782 em cuidados intensivos), pela primeira vez desde o começo do ano.

Os quase 10 milhões de portugueses estão submetidos desde 15 de janeiro a um segundo confinamento geral.

tsc/sg/eg/mb/gf