Portugal vai reabrir a fronteira com a Espanha no sábado

·1 minuto de leitura
Agentes da Guarda Nacional Portuguesa e pessoal de controle fronteiriço detêm carros na fronteira entre Portugal e Espanha entre Valença e Tui, em 31 de janeiro de 2021

Portugal reabrirá a sua fronteira terrestre com a Espanha no sábado e entrará, no mesmo dia, na quarta e última fase do seu plano de suspensão do confinamento iniciado em março, anunciou nesta quinta-feira (29) o primeiro-ministro António Costa.

“No dia 1º de maio passaremos para a próxima fase de desconfinamento, em particular com a reabertura da fronteira com a Espanha”, declarou Costa em coletiva de imprensa, após um conselho de ministros dedicado à luta contra a pandemia de covid-19.

Além da suspensão dos controles nos postos de fronteira, restabelecidos desde o final de janeiro, essa flexibilização das restrições sanitárias permitirá a realização de eventos em estabelecimentos com capacidade limitada a 50%.

As atividades esportivas em áreas externas e academias serão autorizadas novamente, e o horário das cafeterias, restaurantes, lojas e espaços culturais será ampliado, principalmente nos finais de semana.

Na madrugada de sábado, o estado de emergência sanitária, em vigor desde novembro, será rebaixado a uma "situação de calamidade", marco legal que permitirá às autoridades manter algumas restrições, como o fechamento de bares e boates, e exigir confinamento domiciliar ou teletrabalho, quando possível.

Serão mantidas as restrições impostas aos visitantes, como a apresentação de teste negativo para covid-19 ou a obrigatoriedade de quarentena no caso de viajantes de países com elevada incidência de casos, indicou Costa.

Em uma dezena de municípios, onde a taxa de incidência é maior, as restrições continuarão a ser mais duras do que no resto do país, disse ele.

Em Portugal, um país com cerca de 10 milhões de habitantes, a covid-19 causou cerca de 17.000 mortes.

tsc/jz/jvb/dg/ap/mvv