Auxílio Taxista e Caminhoneiro: no pós eleição, governo nega antecipação de benefício

Pós Eleição: governo nega antecipação de Auxílio Taxista e Caminhoneiro neste mês
Pós Eleição: governo nega antecipação de Auxílio Taxista e Caminhoneiro neste mês
  • A quinta e penúltima parcela do auxílio de R$ 1 mil pago a caminhoneiros e taxistas não terá seu pagamento antecipado;

  • Sendo assim, o depósito foi confirmado pelo Ministério da Previdência para o próximo sábado;

  • A última parcela dos benefícios está prevista para o dia 10 de dezembro.

A quinta e penúltima parcela do auxílio de R$ 1 mil pago a caminhoneiros e taxistas não terá seu pagamento antecipado, conforme informou o Ministério do Trabalho e Previdência nesta quarta-feira (16). Sendo assim, o depósito foi confirmado pela pasta para o próximo sábado (19).

De acordo com o cronograma divulgado pelo ministério, a última parcela dos benefícios está prevista para o dia 10 de dezembro. O pagamento é efetuado através de uma poupança social digital aberta da Caixa Econômica Federal, com movimentação dos recursos pelo aplicativo Caixa Tem.

Em outubro, ainda durante a corrida eleitoral para presidente, O Ministério da Previdência antecipou o calendário de pagamentos do auxílio taxista e caminhoneiro. Marcados inicialmente para terem sido efetuados no dia 22 de outubro, os repasses foram antecipados para o dia 18.

O Auxílio Caminhoneiro é um benefício de R$ 1 mil previsto pela PEC Eleitoral e é destinado a transportadores de cargas com situação "Ativa" no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTR-C), da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), mesmo que não tenha registro de operação de transporte rodoviário de carga neste ano. A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) também deve estar válida.

Também previsto pela PEC Eleitoral e com o mesmo valor, o Auxílio Taxista é destinado a destinado a motoristas de táxi registrados nas prefeituras. Não é necessária qualquer ação por parte dos taxistas. Em caso de dúvidas, o motorista deve entrar em contato com a prefeitura para verificar o cadastro. Assim como no Auxílio Caminhoneiro, A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) também deve estar válida.