Diferentemente de 2003, posse de Lula em 2023 quase não tem quebra de protocolos

Na primeira cerimônia de posse, Lula protagonizou cenas que saíram do combinado protocolar

Brazil's new President Luiz Inacio Lula da Silva blows a kiss to supporters next to his wife First Lady Rosangela
Lula e Janja durante a cerimônia de posse do presidente, em 1° de janeiro de 2023 (Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images)

Há 20 anos, o presidente Luiz Inácio da Silva (PT) tomava posse de seu primeiro mandato no cargo. A cerimônia foi bastante aguardada, justamente pelo fato de Lula ser uma liderança popular e mostrar interesse em unir o público aos momentos protocolares que definem a chegada de um novo presidente.

BRASILIA, BRAZIL:  Newly Brazilian President Luiz Inacio Lula da Silva and First Lady Marisa Leticia wave to the crowd as they leave the Planalto Palace on the presidential car after the inauguration ceremony, in Brasilia, 01 January, 2003. President da Silva in his inauguration speech set his top priority as battling world protectionism and placing Brazil back on the path of economic growth. AFP PHOTO/ORLANDO KISSNER (Photo credit should read ORLANDO KISSNER/AFP via Getty Images)
Lula e sua então esposa, Marisa Letícia, na cerimônia de posse de 1° de janeiro de 2003 (Foto: ORLANDO KISSNER/AFP via Getty Images)

Na época, Lula fez uma das mais memoráveis quebras de protocolo ao discursar abertamente para o público no parlatório do Palácio do Planalto, contrariando a tradição de fazer a fala no interior do Congresso. O clássico Rolls-Royce, que tradicionalmente conduz presidentes, vices e familiares, apresentou um problema mecânico, e precisou ser empurrado com Lula e seu então vice, José Alencar.

Além disso, uma das grandes novidades da cerimônia de 2003 foi a passagem de faixa histórica entre um presidente eleito por voto popular e outro, marcando os novos traços da redemocratização. Em gestos nada sincronizados, Lula e Fernando Henrique Cardoso (PSDB) fizeram um atrapalhado e tradicional protocolo.

Newly sworn in Brazilian President Luiz Inacio Lula da Silva (L) receives the presidential sash from outgoing President Fernando Henrique Cardoso (R) at the Planalto Palace in Brasilia, 01 January, 2003. AFP PHOTO/VANDERLEI ALMEIDA (Photo credit should read VANDERLEI ALMEIDA/AFP via Getty Images)
Momento em que Lula recebeu a faixa presidencial de FHC, em 1° de janeiro de 2003 (Foto: VANDERLEI ALMEIDA/AFP via Getty Images)

Outro simbolismo fora da curva foi visto por parte do público presente. A quantidade de pessoas esperadas para a cerimônia foi superior ao que havia sido planejado, fato que resultou em trabalho extra para a equipe de segurança. Naquele dia, dois apoiadores conseguiram invadir a segurança feita por equipes da Polícia Militar e do Exército para conseguir um momento de atenção do então novo presidente.

Ao contrário de 2003, a posse deste domingo (1°) colocou a segurança do público e do presidente eleito em primeiro lugar, tendo em vistas os inúmeros casos de ameaça a bomba ou represália por parte de opositores.

Para o cortejo presidencial, inclusive, foi sugerido que Lula cobrisse o carro ou evitasse uma prolongada aproximação com o público, algo prontamente vetado pelo presidente.

Brazil's new President Luiz Inacio Lula da Silva (C), accompanied by his wife First Lady Rosangela
Lula e Janja ao lado dos brasileiros escolhidos para subir a rampa e passar a faixa presidencial ao presidente durante a cerimônia de posse, em 1° de janeiro de 2023 (Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images)

Lula, seu vice, Geraldo Alckmin, e as respectivas esposas - Janja e Lu Alckmin - passearem em carro aberto, seguindo a tradição. Na cerimônia de 2023, a quebra de protocolo que se destacou foi a subida da rampa com um grupo de pessoas que representa a diversidade do povo brasileiro e o repasse da faixa presidencial pelas mãos de uma mulher preta.