Posse de Lula: tudo que se sabe sobre o evento

Lula venceu o segundo turno e foi eleito presidente da República (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Lula venceu o segundo turno e foi eleito presidente da República (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) derrotou Jair Bolsonaro (PL) no segundo turno das eleições deste ano, e desde então se fala muito sobre a posse do presidente eleito, que acontecerá no dia 1º de janeiro de 2023, em Brasília.

Nas redes sociais, a esposa do petista, Rosângela da Silva, mais conhecida como Janja, já classificou o evento como o "Festival do Futuro". "Em 01/01/23, a alegria vai tomar posse", declarou ela, em sua conta oficial do Twitter.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A seguir, veja o que já se sabe sobre a posse de Lula.

Quem vai tocar na posse?

Na última quarta-feira (30), a futura primeira-dama, Janja, anunciou shows de alguns artistas que vão participar da posse de Lula. Saiba quem já confirmou presença:

  • Pabllo Vittar

  • Duda Beat

  • Gaby Amarantos

  • Martinho da Vila

  • Valesca Popozuda

  • Chico César

  • Teresa Cristina

  • Gilson

  • Maria Rita

  • BaianaSystem

  • Luedji Luna

  • Fernanda Takai

  • Johnny Hooker

  • Marcelo Jeneci

  • Odair José

  • Otto

  • Tulipa

  • Almério

A esposa de Lula, que coordena a cerimônia de posse do petista, disse que a equipe de transição também convidou Caetano Veloso, Gilberto Gil, Ludmilla e Emicida, mas ainda espera confirmação.

Ainda de acordo com Janja, serão montados dois palcos para a festa, um com o nome de Gal Costa, e o outro de Elza Soares. As duas cantoras brasileiras morreram neste ano.

Que horas vai ser a posse?

Segundo Janja, a ideia é fazer algumas atividades culturais desde o início da manhã. À tarde, acontecerá o rito posse, e os shows vão começar a partir das 18h30.

A jornalistas em frente ao CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), a futura primeira-dama disse que a cerimônia oficial seguirá o roteiro institucional, com "poucas alterações".

Bolsonaro vai à posse de Lula?

O presidente Jair Bolsonaro perdeu a disputa à reeleição no segundo turno do pleito, que aconteceu em 30 de outubro. Desde então, ele foi ao Palácio do Planalto, sede do Poder Executivo, localizado em Brasília, somente quatro vezes, se mantendo isolado no Palácio da Alvorada.

Em um breve discurso no início do mês de novembro, Bolsonaro agradeceu os votos que recebeu e afirmou que vai continuar "cumprindo todos os mandamentos da Constituição". Além disso, o processo de transição do futuro governo já está em andamento.

Apesar disso, ao que tudo indica, Bolsonaro não irá à posse de Lula e, assim, não passará a faixa presidencial ao presidente eleito. A expectativa é que ele viaje para o exterior na data.

O que acontece se Bolsonaro não ir à posse?

O presidente cujo mandato está chegando ao fim não é obrigado a participar da posse. Ao jornal O Estado de S. Paulo, o advogado constitucionalista Felippe Mendonça explicou que "a Constituição não trata disso. Na verdade, tem uma certa irrelevância para o Direito se o presidente vai ou não participar dessa cerimônia".

Se Jair Bolsonaro não for ao evento, seria o caso de o vice Hamilton Mourão (Republicanos), agora senador eleito pelo Rio Grande do Sul, entregar a faixa presidencial para o petista.

Contudo, em entrevista ao jornal Valor Econômico, divulgada em 16 de novembro, Mourão rejeitou a ideia e disse que não irá entregar a faixa a Lula.

"Não adianta dizer que eu vou passar. Eu não sou o presidente. Eu não posso botar aquela faixa, tirar e entregar. Então, se é para dobrar, bonitinho, e entregar para o Lula, qualquer um pode ir ali e entregar”, falou.

Sem Bolsonaro e Mourão, a equipe de coordenação da posse pensa em um nome que consiga representar a "diversidade do povo brasileiro".

Quanto custa ir para a posse?

A posse do presidente eleito está marcada para acontecer em 1º de janeiro de 2023, mas, por conta de uma mudança na legislação eleitoral, a partir de 2027, a posse do presidente da República será no dia 5 de janeiro, enquanto governadores serão empossados no dia 6.

São esperadas entre 100 mil e 150 mil apoiadores de Lula no evento. Quer viajar para a posse de Lula? As buscas por voos, passagens de ônibus e estadias em Brasília cresceram desde a vitória do petista. Veja aqui quanto a viagem pode custar.