Posse de Lula: Veja o que é fake que circula nas redes

Publicações usam imagens para enganar sobre o evento

Presidente Lula subindo a rampa do Palácio do Planalto ao lado de representantes do povo brasileiro que o passaram a faixa presidencial durante a cerimônia de posse realizada em Brasília, no último dia 1º de janeiro de 2022 (Foto: AFP via Getty Images / Sergio Lima)
Presidente Lula subindo a rampa do Palácio do Planalto ao lado de representantes do povo brasileiro que o passaram a faixa presidencial durante a cerimônia de posse realizada em Brasília, no último dia 1º de janeiro de 2022 (Foto: AFP via Getty Images / Sergio Lima)
  • Nas redes, usuários espalham imagens da posse do presidente Lula e fazem alegações sobre o número de presentes e sobre o uso de bandeiras do Brasil

  • Segundo os boatos, o evento teria sido menor do que o mostrado em registros da imprensa, e apoiadores do presidente não teriam utilizado bandeiras do país

  • Mas as alegações enganam. Confira a checagem do Yahoo! Notícias

Registros da posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), realizada neste domingo (1º), em Brasília, circulam nas redes sociais junto a alegações de que o número de presentes foi menor do que o mostrado na imprensa. Publicações também afirmam que não havia bandeiras do Brasil no evento. Mas essas informações enganam, confira a checagem do Yahoo! Notícias.

Multidão falsa?

Captura de tela de comparação de registros da posse de Lula, realizada no último dia 1º de janeiro de 2022, que circula junto à alegação de que  imagem da multidão em Brasília seria falsa (Foto: Twitter / Reprodução)
Captura de tela de comparação de registros da posse de Lula, realizada no último dia 1º de janeiro de 2022, que circula junto à alegação de que imagem da multidão em Brasília seria falsa (Foto: Twitter / Reprodução)

O conteúdo viral compara duas imagens do evento e alega que seria falso o registro em que aparece um número maior de pessoas.

“Realidade versus Photoshop! Um governo que mente até na foto”, diz uma publicação que ultrapassa 38 mil interações no Twitter até esta segunda-feira (2).

Essa informação, porém, é falsa, os dois registros são verdadeiros e foram feitos neste domingo (1º), na posse do presidente Lula.

Uma busca reversa no Google pela imagem que mostra um maior número de pessoas direcionou a uma publicação do Mídia Ninja que utiliza a fotografia. O registro é do fotógrafo Eduardo Moura e foi publicado às 11:35 do domingo.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A mesma imagem chegou a ser veiculada por outros portais de notícias, como o Poder360.

Já o registro que mostra uma fila menor de pessoas caminhando na Esplanada dos Ministérios foi feita antes, quando havia, de fato, menos pessoas presentes no local. Uma transmissão da CNN realizada por volta das 8h da manhã veiculou imagens parecidas de outro ângulo.

Onde estavam as bandeiras do Brasil?

Captura de tela de publicação alegando que não houve bandeiras do Brasil na posse de Lula no último dia 1º de janeiro de 2022 (Foto: Twitter / Reprodução)
Captura de tela de publicação alegando que não houve bandeiras do Brasil na posse de Lula no último dia 1º de janeiro de 2022 (Foto: Twitter / Reprodução)

“Para quem diz que comunismo não existe: procure uma bandeira do Brasil aí.”, diz uma publicação no Twitter com mais de 88 mil interações até esta segunda-feira (2). Mas essa alegação engana.

Em outros registros do evento, que mostram a multidão mais de perto, é possível ver bandeiras do Brasil sendo carregadas pelos presentes:

Uma pessoa apoiadora do presidente Lula presente em sua posse segura uma bandeira do Brasil, em 1º de janeiro de 2022, em Brasília (Foto: Reuters / Lucas Landau)
Uma pessoa apoiadora do presidente Lula presente em sua posse segura uma bandeira do Brasil, em 1º de janeiro de 2022, em Brasília (Foto: Reuters / Lucas Landau)
Apoiadores do presidente Lula presentes para a sua cerimônia de posse, em 1º de janeiro de 2022, em Brasília (Foto: Reuters / Lucas Landau)
Apoiadores do presidente Lula presentes para a sua cerimônia de posse, em 1º de janeiro de 2022, em Brasília (Foto: Reuters / Lucas Landau)

Uma das bandeiras utilizadas na posse media 50 metros de comprimento e foi confeccionada por costureiras de Teresina (PI). O objeto foi levado a pedido da primeira-dama Janja.

Supporters of Luiz Inacio Lula da Silva gather on the day he is sworn in as Brazil's President, in Brasilia, Brazil, January 1, 2023. REUTERS/Adriano Machado
Supporters of Luiz Inacio Lula da Silva gather on the day he is sworn in as Brazil's President, in Brasilia, Brazil, January 1, 2023. REUTERS/Adriano Machado

Como estão sendo os primeiros dias do governo Lula?

Conteúdo semelhante foi verificado pela Agência Lupa.