Postes de energia terão que identificar a concessionária responsável no Rio

·1 min de leitura

Os postes da cidade do Rio de Janeiro a parir de agora terão que conter o nome da concessionária de energia ou do órgão responsável. É o que determina a lei 7237, de autoria da vereadora Vera Lins (Progressista), presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Municipal, que foi sancionada pelo prefeito Eduardo Paes. As empresas terão agora um prazo de 90 dias para se adequarem.

De acordo com a parlamentar, a iniciativa foi tomada após o grande número de reclamações e denúncias recebidas pela comissão, em relação às péssimas condições de conservação dos postes espalhados pela ruas da cidade, que colocam em risco a vida de pedestres e motoristas, já que muitos se encontram com ferragens expostas e perto de caírem sobre as vias.

— Acredito que a partir de agora teremos uma redução nesse número de reclamações, pois com o nome da concessionária impresso, o consumidor poderá reclamar diretamente com ela, já que antes quando ligavam para a Light, por exemplo, a empresa afirmava que não era de sua propriedade; e quando ligavam para a Rio Luz, ela dizia que pertencia a Light. Isso agora acabou — afirmou.

Vera explicou também que com a identificação nos postes, o cidadão poderá cobrar com mais facilidade e precisão a empresa responsável, beneficiando todos os moradores daquela localidade e fazendo com que o responsável não fuja de sua responsabilidade. Ela lembra ainda que o nome do órgão responsável pelo poste deverá estar em local de fácil visualização e deverá ser feito de material resistente ao tempo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos