Postos de saúde do Rio fazem mutirão para aplicar segunda dose da vacina contra a Covid-19

·1 min de leitura

RIO — Os postos de saúde do Rio vão ficar abertos neste sábado, dia 20, até às 17h para um mutirão da segunda dose. A iniciativa é para atrair cerca de 600 mil cariocas com 12 anos ou mais que estão com a vacina atrasada. Segundo Daniel Soranz, secretário municipal de saúde, 80 mil jovens não voltaram para concluir o esquema de imunização contra a Covid-19.

Além dos atrasados, a capital aplica hoje a terceira dose em pessoas com 60 anos ou mais, concluindo assim o ciclo de imunização de idosos. Em paralelo, continua o reforço para todos os maiores de 18 anos que tenham tomado a segunda dose há mais de cinco meses.

O município criou ainda um calendário específico para imunizar pessoas de 55 a 59 anos a partir do próximo dia 29, com um intervalo menor. De acordo o calendário por idade, quem tem 59 anos e tomou a segunda dose há mais de três meses, por exemplo, poderá receber o reforço de 29 de novembro até 4 de dezembro. O cronograma segue com as pessoas de 58 anos, no período de 6 a 11 de dezembro. Depois, virão aqueles com 57 anos, de 13 a 18 de dezembro. Os dias de 20 a 23 foram reservados para quem tem 56 anos. E o cronograma fecha com aqueles de 55 anos ou mais, de 27 de dezembro a 4 de janeiro (parando nos dias 31 de dezembro, 1º e 2 de janeiro).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos