Prédio da 25 de Março ainda tem focos de incêndio, diz Defesa Civil

O incêndio de grandes proporções que atingiu um prédio na Rua Barão de Duprat, na região da 25 de Março, ainda não está totalmente extinto. Ao GLOBO, o coordenador da Defesa Civil do estado, o coronel Henguel Ricardo Pereira, afirmou que os oficiais de cerca de 30 viaturas dos Bombeiros, envolvidas nessa ocorrência, agora trabalham em focos internos de fogo — embora não exista mais o risco de que as chamas se alastrem pela região.

— O combate ao fogo vai prosseguindo conforme é possível acessar as áreas. Chance de desabamento sempre há, sobretudo porque as estruturas de concreto ficaram por muito tempo expostas às chamas. Após a extinção dos focos será preciso uma avaliação mais precisa para determinar o quanto foi comprometida a parte estrutural— diz Henguel.

Imóveis laterais, como é o caso de um segundo galpão, também foram duramente atingidos pelas chamas. Outro endereço danificado pelo incêndio, mas ainda sem indicativos do volume da destruição, é uma Igreja Ortodoxa fundada em 1904. Em suas redes, o centro religioso é classificado como a primeira igreja ortodoxa do país.

Não há conhecimento de vítimas do incêndio. Dois bombeiros que trabalhavam para debelar as chamas, contudo, foram atingidos e tiveram queimaduras de segundo e terceiro grau. Um deles queimou 16% do corpo e outro 30%. Os profissionais, contudo, utilizavam máscaras de respiração, impedindo a inalação de fumaça, o que pode queimar as vias aéreas causando danos à saúde mais preocupantes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos