Prévia da confiança da indústria indica 2º mês de perdas seguidas em fevereiro, diz FGV

Camila Moreira
·1 minuto de leitura
Fábrica de alumínio em Pindamonhangaba, SP

Por Camila Moreira

SÃO PAULO (Reuters) - A prévia da confiança da indústria do Brasil sinaliza queda em fevereiro pelo segundo mês seguido, devido principalmente à piora das expectativas em relação aos próximos meses, de acordo com os dados divulgados nesta segunda-feira pela Fundação Getulio Vargas.

A prévia da Sondagem da Indústria aponta recuo de 3,1 pontos do Índice de Confiança da Indústria (ICI) em fevereiro para 108,2 pontos. Se o resultado se confirmar, será o segundo mês de recuo, depois de interromper em janeiro altas que vinham desde maio de 2020.

O Índice de Situação Atual perdeu 0,9 ponto e foi a 115,4 pontos, enquanto o Índice de Expectativas caiu 5,3 pontos, para 101,0 pontos.

A produção da indústria brasileira registrou em dezembro o oitavo aumento seguido, mas ainda assim encerrou 2020 com a maior queda em quatro anos, de 4,5%, diante das consequências da pandemia de coronavírus.