Prévia da confiança da indústria no Brasil sobe em março ao maior nível desde 2014, diz FGV

SÃO PAULO (Reuters) - A prévia do Índice de Confiança da Indústria (ICI) voltou a avançar em março depois de um recuo no mês anterior, apresentando alta tanto das expectativas quanto da percepção do cenário atual.

A Fundação Getulio Vargas (FGV) informou nesta quinta-feira que a preliminar do ICI subiu 2,9 pontos e atingiu 90,7 pontos em março, maior patamar desde maio de 2014, após subir em janeiro e cair em fevereiro.

O Índice de Expectativas (IE) indica avanço de 3,4 pontos, para 92,7 pontos, enquanto o Índice da Situação Atual (ISA) aponta alta de 2,5 pontos, para 88,9 pontos.

Ainda segundo a FGV, o Nível de Utilização da Capacidade Instalada aumentou 0,2 ponto percentual e foi a 74,5 por cento na prévia de março.

O ano começou com resultados melhores do que o esperado para a indústria do Brasil, com a produção em janeiro recuando apenas 0,1 por cento em relação ao mês anterior e interrompendo 34 meses seguidos de quedas na comparação com o ano anterior ao subir 1,4 por cento.

(Por Thaís Freitas)