Mattarella realizará nova rodada de consultas para formar Governo

Roma, 3 mai (EFE).- O presidente da República da Itália, Sergio Mattarella, realizará a partir de 7 de maio uma nova rodada de consultas para tentar formar Governo após as eleições de 4 de março, segundo confirmaram nesta quinta-feira à Agência Efe fontes da Chefia do Estado, que recusaram dar mais detalhes.

Esta nova rodada ocorrerá depois de Mattarella já ter convocado duas rodadas de consultas com os grupos parlamentares e encarregado mandatos exploratórios para um possível Executivo aos presidentes da Câmara dos Deputados, Roberto Fico, e do Senado, Maria Elisabetta Alberti Casellati.

Será uma nova tentativa com o qual o chefe do Estado tratará de avaliar as posturas dos partidos depois que nos dois últimos meses mantiveram suas posições e impossibilitaram negociações.

O Partido Democrata (PD, centro-esquerda), que governou nos últimos cinco anos na Itália, realiza hoje uma assembleia para analisar se negocia um governo com o Movimento 5 Estrelas (M5S), depois que este lhes estendeu as mãos.

Uma reunião que acontecerá em um momento delicado para a formação, dividida entre os que rejeitam qualquer diálogo com o M5S e os que defendem pelo menos permitir as conversas, e depois que o seu ex-secretário-geral Matteo Renzi afirmou na televisão que é contrário a um Executivo com os "grillinos".

Por sua vez, o candidato a primeiro-ministro pelo M5S, Luigi dei Maio, afirmou que se fracassar a negociação com o PD é favorável à convocação de novas eleições em junho.

O líder da Liga Norte e da coalizão de direita, Matteo Salvini, segue apostando por um Executivo da direita junto com o M5S, algo que o movimento rejeitou pois se opõe a dirigir o país junto com o parceiro coligado da Liga, Silvio Berlusconi e sua Forza Itália. EFE