Príncipe herdeiro saudita visita Grécia e França, em sua primeira viagem à Europa após assassinato de Khashoggi

O príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohamed bin Salman, viajará nesta terça-feira (26) à Grécia e depois à França, em sua primeira visita oficial à União Europeia (UE) desde o assassinato do jornalista Jamal Khashoggi, segundo a agência oficial.

Mohamed bin Salman se reunirá "com os líderes da Grécia e da França para discutir as relações bilaterais e maneiras de fortalecê-las em diferentes áreas", disse a agência SPA, citando um comunicado de imprensa da corte real.

Este movimento ocorre menos de duas semanas após a viagem do presidente dos EUA, Joe Biden, ao reino, que marcou o retorno do príncipe herdeiro ao cenário internacional, tendo como pano de fundo a guerra na Ucrânia e os altos preços da energia.

Mohamed bin Salman, o governante de fato do país do Oriente Médio, foi condenado ao ostracismo pelos países ocidentais pelo assassinato em 2018 do jornalista crítico Jamal Khashoggi no consulado de seu país em Istambul.

Os serviços de inteligência dos EUA apontaram Mohamed bin Salman como responsável.

Desde o início da invasão russa da Ucrânia, os países ocidentais tentam convencer o principal exportador de petróleo bruto a abrir as comportas para facilitar os mercados. No entanto, a Arábia Saudita resiste à pressão desses aliados, citando seu compromisso com a Opep, a aliança petrolífera que lidera com a Rússia.

Na semana passada, o presidente francês Emmanuel Macron recebeu o novo presidente dos Emirados Árabes Unidos, Mohamed bin Zayed, em Paris.

Durante a viagem, os líderes anunciaram um acordo entre a gigante de energia francesa Total Energies e a empresa petrolífera estatal dos Emirados ADNOC "para cooperação no campo do fornecimento de energia".

rcb/saa/hj/rsc/eg/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos