Príncipe William teve covid-19 em abril

·1 minuto de leitura
O príncipe William, segundo na ordem de sucessão ao trono britânico, em Londres em 20 de outubro de 2020
O príncipe William, segundo na ordem de sucessão ao trono britânico, em Londres em 20 de outubro de 2020

O príncipe William, o segundo na ordem de sucessão ao trono britânico, contraiu a covid-19 em abril e sofreu dificuldades respiratórias, informou o jornal The Sun. 

De acordo com o tabloide, o príncipe de 38 anos não quis divulgar a doença na ocasião porque "estavam acontecendo coisas importantes e não queria preocupar ninguém".  

Seguindo as recomendações médicas, William entrou em quarentena na casa da família em Anmer Hamm, leste da Inglaterra, mas continuou trabalhando por telefone ou videoconferência.  

Procurado pela AFP nesta segunda-feira, o Palácio de Kensington, residência oficial a cargo da comunicação do príncipe, não quis comentar a informação. 

De acordo com o jornal The Sun, William foi "afetado pelo vírus com bastante dureza".

"Em um determinado momento, teve problemas para respirar e os que estavam próximos ficaram obviamente bastante assustados", afirmou ao jornal uma fonte que pediu anonimato.

O pai de William, o príncipe Charles, de 71 anos, anunciou em 25 de março que contraiu o vírus com sintomas leves, dos quais se recuperou desde então.  

O filho mais velho da rainha Elizabeth II e herdeiro da coroa se isolou durante sete dias em sua residência da Escócia com a esposa Camilla, anunciou na ocasião a Clarence House em um comunicado, e manteve o teletrabalho.

O Reino Unido, país mais afetado pela pandemia na Europa, com mais de 46.500 mortes, está sendo afetado duramente pela segunda onda da doença. 

A Inglaterra entrará em um novo confinamento domiciliar de um mês na quinta-feira, como Gales iniciou há mais de uma semana. 

cdu-acc/es/fp