Praticante de wingsuit morre ao saltar da Pedra da Gávea

·1 minuto de leitura

Um homem praticante de wingsuit, modalidade de salto livre com asas, morreu ao saltar da Pedra da Gávea, no início da tarde deste sábado. O marroquino naturalizado americano Salsabil Bennani, de 42 anos, caiu na no paredão rochoso conhecido como Cabeça do Imperador, por volta das 12h40. O Corpo de Bombeiros foi acionado e, após as buscas feitas de helicóptero, resgatou o corpo de Bennani já sem vida, às 14h.

Após o resgate, o corpo de Bennani foi levado para o Grupamento Marítmo dos Bombeiros, na Barra, onde foi periciado e, em seguida, encaminhado para o Instituto Médico Legal.

Segundo a Polícia Civil, duas testemunhas foram ouvidas pelo delegado Henrique Damasceno, titular da 16ª DP (Barra da Tijuca), e o consulado americano foi informado sobre o caso. Há relatos de que o americano errou o salto e não conseguiu abrir o paraquedas.

Ainda segundo a polícia, Salsabil Bennani morava na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, e trabalhava há 22 anos e nove meses no Bank of America, onde atualmente ocupava o cargo de vice-presidente de segurança.