Preço da gasolina sobe na primeira semana de 2023 e ultrapassa os R$5, diz ANP. É a segunda alta seguida

O preço da gasolina subiu nos postos na primeira semana de 2023. É, portanto, a segunda segunda semana seguida de alta nos preços, de acordo com pesquisa feita pela Agência Nacional do Petróleo (ANP).

O preço médio por lito da gasolina no Brasil subiu de R$ 4,96 na semana passada, para R$5,12, na primeira semana deste ano. Foi um avanço de 3,22%. Antes desse movimento de alta, o preço chegou a acumular cinco semanas seguidas de queda.

Na bomba: O imposto da gasolina mudou? O preço vai subir? Entenda

O preço máximo encontrado no Brasil, segundo a ANP, foi de R$ 7,79 por litro em São Paulo.

O diesel também subiu: passou de R$ 6,25 para R$ 6,41 por litro em média, interrompendo cinco semanas de queda. Foi um aumento de 2,56%.

O aumento ocorre em um momento em que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) pediu a instauração de inquérito para apurar possíveis irregularidades na alta de preços dos combustíveis no país este ano.

Em outra frente, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), vinculada ao Ministério da Justiça, notificou sete entidades ligadas ao setor de combustíveis em Rio, São Paulo e Paraná, após relatos sobre aumento de preços da gasolina serem compartilhados em redes sociais e noticiados pela imprensa.

Segundo dados da ANP, é o maior patamar desde setembro do ano passado. Na semana do dia 28 de agostos a três de setembro, o valor médio da gasolina era de R$ 5,17.

A tendência, dizem analistas do setor, é que os preços dos combustíveis podem subir nas próximas semanas por conta do novo valor de referência usado para calcular o ICMS.

Até o dia 31 de dezembro, o preço de referência sobre o qual incide o ICMS levava em conta uma média dos preços nos últimos cinco anos. Na prática, isso reduzia o valor final dos combustíveis. A medida foi uma investida para baixar o preço do combustível pelo Congresso, com o apoio do governo de Jair Bolsonaro. Assim, a partir de janeiro, o preço de referência volta a ser calculado com base em pesquisas quinzenais realizadas em todo o país.

A pesquisa mais recente, de 26 de dezembro, que baliza a cobrança do ICMS para o início de janeiro, indica um patamar maior para a gasolina e diesel.

Veja o valor médio da gasolina por estado (Em R$ por litro)

ALAGOAS 5,08

AMAPÁ 4,57

AMAZONAS 5,01

BAHIA 5,54

CEARÁ 5,55

DISTRITO FEDERAL 5,25

ESPÍRITO SANTO 5,05

GOIÁS 5,11

MARANHÃO 4,90

MATO GROSSO 5,06

MATO GROSSO DO SUL 4,81

MINAS GERAIS 5,05

PARÁ 5,06

PARAÍBA 4,75

PARANÁ 5,10

PERNAMBUCO 4,99

PIAUÍ 5,41

RIO DE JANEIRO 5,14

RIO GRANDE DO NORTE 5,24

RIO GRANDE DO SUL 5,04

RONDÔNIA 5,19

RORAIMA 5,25

SANTA CATARINA 5,24

SÃO PAULO 5,07

SERGIPE 4,96

TOCANTINS 5,26