Preço do gás canalizado terá redução de até 9,26% no Rio, em fevereiro

Um dia após a Petrobras anunciar queda no preço do gás canalizado às distribuidoras, a Naturgy, que atua no Rio de Janeiro, vai reduzir suas tarifas de gás natural em fevereiro. As quedas variam entre 3,26% e 9,26%.

A redução para os clientes localizados na Região Metropolitana do Rio (em 19 cidades atendidas pela Ceg) será em média de 3,26% para o segmento residencial. Para o comércio (400 m³/mês), a queda é de 3,38%. para o comercial. As indústrias (3Mm³/mês) terão recuo de 8,38%. O gás natural veicular (GNV) vendido aos postos de combustíveis terá preço 8,61% menor mês que vem.

"O reajuste nas tarifas será decorrente da redução no custo de aquisição do gás natural fornecido pela Petrobras", informou a Naturgy.

Para os clientes que moram no interior do Estado do Rio, em 24 municípios atendidos pela CEG Rio, a redução será de 4,53% para residências. O comércio terá queda de 5,24% , assim como a indústria, com recuo de 9,04% no preço do gás. O GNV terá redução de 9,26% para os postos de combustíveis.

Atualmente, cada distribuidora de gás no Brasil conta com um calendário específico de reajuste negociado com a Petrobras e outras empresas fornecedoras de gás. Além disso, as empresas contam hoje com diferentes condições em contrato para o reajuste na molécula.

Ontem, a Petrobras anunciou redução no preço do gás canalizado vendido para as distribuidoras em 11,1% em reais por metro cúbico a partir de fevereiro. A variação se refere ao comportamento do dólar e do petróleo nos meses de novembro a janeiro.

Essa redução não se aplica ao gás de botijão, mas ao gás vendido pelas distribuidoras para as residências, comércio, além do gás natural veicular (GNV) vendido nos postos. Em outubro, a estatal havia anunciado redução em 5% para o trimestre de novembro e janeiro.