Preço do GNV vai subir 19,58% nos postos em maio. Já o reajuste médio das tarifas de gás natural será de 6,8% para residências

A Naturgy informou que as tarifas de gás natural sofrerão reajuste a partir de 1º de maio. O aumento para os clientes localizados na Região Metropolitana do Rio (Ceg) será em média de 6,80% para o segmento residencial (7m³/mês), 7,05% para o comercial (400 m³/mês), 19,58% para postos de GNV e de 18,52% para as indústrias (3Mm³/mês).

Para os clientes que moram no interior do Estado (Ceg Rio), o reajuste será de 8,78% para residências (7m³/mês), 10,16% para o comércio (400 m³/mês), 19,76% para postos de GNV e 19,25% para indústrias (3Mm³/mês).

O reajuste nas tarifas será provocado pelo aumento no custo de aquisição do gás natural fornecido pela Petrobras. São custos não gerenciáveis pela Naturgy e, portanto, o aumento do preço não traz nenhum ganho para a distribuidora.

Segundo a empresa este é o reajuste trimestral da parcela da molécula de gás previsto nos contratos firmados entre Ceg/Ceg Rio e Petrobras, com vigência até 31 de dezembro de 2021, e que ainda estão em vigor por liminares concedidas pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, em dezembro do ano passado, à Naturgy, Alerj e ao Governo do Rio de Janeiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos