Preço médio da gasolina acumula alta de 14,69% desde maio no país

Extra
·1 minuto de leitura
Foto: Pexels

gasolina

Foto: Pexels

Depois de subir 0,93% em outubro, o preço médio da gasolina comum no Brasil acumulou alta de 14,69% em relação a maio, segundo um levantamento feito pela ValeCard, empresa especializada em soluções de gestão de frotas. O valor registrado em outubro foi de R$ 4,599, e é praticamente o mesmo de março, primeiro mês da pandemia, quando o combustível custava em média R$ 4,5980.

No Rio de Janeiro, a gasolina teve aumento de 0,84% de setembro a outubro, custando em média R$ 4,961, valor acima da média nacional. Já em São Paulo, a alta foi de 1,43% nesse período, com o valor médio da gasolina passando de R$ 4,194 para R$ 4,254.

Salvador (R$ 3,951), Curitiba (R$ 4,164) e Vitória (R$ 4,220) foram as capitais que apresentaram preços menores em outubro. Já Rio Branco, no Acre, foi a capital com maior preço médio (R$ 4,963).

Ainda em outubro, a maior alta de preços no país foi registrada no Distrito Federal (3,41%). Por outro lado, a Bahia registrou a maior queda no valor do combustível no período (-0,96%).

Os dados foram obtidos por meio do registro das transações realizadas entre os dias 1º e 29 de outubro com o cartão de abastecimento da ValeCard em cerca de 20 mil estabelecimentos credenciados no país.