Preços ao produtor nos EUA têm alta moderada em dezembro

·1 min de leitura
Consumidores andam por loja da rede de materiais de construção Home Depot enquanto usam máscaras para ajudar a retardar a propagação da Covid-19 no norte de St. Louis, Missouri, EUA, 4 de abril de 2020. REUTERS/Lawrence Bryant/Foto de arquivo

WASHINGTON (Reuters) - A alta dos preços ao produtor nos Estados Unidos desacelerou em dezembro, uma vez que os custos de bens caíram em meio a sinais de que o aperto das cadeias de oferta começa a diminuir, em possível sinal de que a inflação provavelmente atingiu o pico.

O índice de preços ao produtor para a demanda final subiu 0,2% no mês passado, depois de saltar 1,0% em novembro. Os preços de serviços no atacado tiveram alta de 0,5%, puxando o acréscimo do índice cheio, após avanço de 0,9% em novembro.

Os preços de bens caíram 0,4%, depois de elevação de 1,1% no mês anterior, pressionados por quedas em alimentos no atacado e energia. Excluindo alimentos e energia, os preços de bens subiram 0,5%, após alta de 0,8% em novembro.

Nos 12 meses até dezembro, o índice de preços ao produtor acumulou alta de 9,7%, ante 9,8% em novembro.

Economistas consultados pela Reuters projetavam ganho de 0,4% na comparação mensal e de 9,8% no ano.

(Reportagem de Lucia Mutikani)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos