Preços de novas casas na China caem menos em dezembro com promoções

·1 min de leitura

PEQUIM (Reuters) - Os preços das casas novas na China caíram mais lentamente em dezembro do que no mês anterior, mostraram dados oficiais neste sábado, com a flexibilização de margens nas restrições de financiamento e promoções de incorporadoras ajudando a estabilizar a demanda.

Os preços médios de novas casas nas 70 principais cidades da China caíram 0,2% em dezembro em relação ao mês anterior, mais lento do que a queda de 0,3% em novembro, segundo cálculos da Reuters a partir de dados divulgados pelo Bureau Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês).

O mercado imobiliário da China desacelerou desde junho de 2021, quando os reguladores intensificaram sua campanha de desalavancagem contra o setor inchado, provocando inadimplência em algumas empresas altamente endividadas.

Mas o declínio foi moderado quando autoridades e incorporadoras em várias cidades introduziram medidas em dezembro para aumentar as vendas de imóveis, com governos locais fornecendo subsídios para compradores e empresas imobiliárias oferecendo descontos.

Os preços mensais aumentaram em 15 das 70 cidades, acima das nove cidades que relataram ganhos de preços em novembro.

(Reportagem de Liangping Gao e Andrew Galbraith)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos