Preços de voos e hotéis em Londres disparam antes de funeral da rainha

Fila de passageiros no aeroporto de Heathrow, em Londres

Por Muhammed Husain e Chandini Monnappa

(Reuters) - Os preços dos hotéis em Londres e das passagens aéreas para a capital britânica estão subindo, à medida que centenas de milhares de pessoas viajam para a cidade antes do funeral da rainha Elizabeth, na segunda-feira, proporcionando algum alívio ao turismo local em meio a problemas econômicos.

Desde o anúncio da morte da monarca, a tarifa média de um hotel em Londres aumentou para 384 dólares por noite, ante 244 dólares por noite, segundo Hayley Berg, economista-chefe da startup de viagens Hopper.

A corrida por acomodações ocorre no momento em que turistas visitam a capital para prestar suas homenagens e com delegações estrangeiras chegando para o funeral em 19 de setembro, que irá atrair um grande número de pessoas.

Centenas de milhares de pessoas devem passar pelo caixão que ficará aberto ao público 24 horas por dia entre a noite de quarta-feira e o início do dia do funeral.

Os preços médios de um voo de ida e volta dos Estados Unidos para Londres com partida nos dias 15, 16 e 17 de setembro eram de 1.120 dólares, 1.054 dólares e 967 dólares, respectivamente, mostraram os dados da Hopper. Isso se compara a um preço médio para uma viagem de ida e volta transatlântica de 710 dólares.

O crescimento das viagens à medida que as restrições da pandemia foram flexibilizadas aumentaram as tarifas de hotel para níveis recordes, de acordo com dados da empresa de análise STR. Os britânicos também gastaram muito em celebrações para comemorar o Jubileu de Platina de Elizabeth durante um fim de semana de quatro dias em junho.

Uma libra mais fraca também está atraindo pessoas do exterior e o influxo pode impulsionar restaurantes, pubs e museus que ainda se recuperam da crise provocada pela pandemia e com níveis recordes de inflação.

(Reportagem de Muhammed Husain e Chandini Monappa, em Bengaluru; reportagem adicional de William Schomberg, em Londres)