'Precisamos investir tempo e talento em soluções para os extremos', diz Ricardo Wagner

O diretor de Trabalho Moderno e Segurança da Microsoft Brasil, Ricardo Wagner, acredita que pensar em investimento com grande potencial de retorno é pensar em soluções que contemplam os extremos e, consequentemente, impactam toda a sociedade.

De acordo com o último levantamento do IBGE, o Brasil tem pelo menos 45 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência, número que representa quase 25% da população do país, e o diretor da Microsoft acredita que é neste público que as organizações precisam apostar.

Crítico da cultura de consumo de massa que herdamos da Revolução Industrial, o executivo vê na tecnologia a oportunidade de tornar o mundo mais inclusivo.

“A revolução anterior olhava a média como ideal e produzia para a maioria. Com a Revolução Digital, o conceito é o oposto: porque, à medida que você faz uma tecnologia funcionar para um extremo, ela funciona para todo mundo”, afirma Ricardo.

Além disso, o diretor da Microsoft alerta para o envelhecimento da população. Segundo o IBGE, na faixa etária acima de 60 anos, a proporção é de uma a cada quatro pessoas com algum tipo de deficiência.

“Isso é uma tendência demográfica acontecendo na nossa frente. E ainda há uma percepção de que isso não é um mercado. Então fica aí a dica”, afirma o executivo.

Do marketing ao trabalho moderno

Ricardo Wagner é diretor de Trabalho Moderno e Segurança da Microsoft Brasil. Antes de assumir o atual cargo, atuou na subsidiária do Canadá, na área de Marketing de Produto, auxiliando clientes corporativos e pequenas e médias empresas.

No Canadá, Ricardo foi pioneiro em um novo movimento de vendas para envolver e nutrir relacionamento com os clientes por meio da Acessibilidade. Antes de ingressar na Microsoft Canadá, trabalhou por cinco anos na Microsoft Brasil, onde ocupou cargos de direção em Windows e Dynamics.

O executivo já teve passagem pela Hewlett Packard (HP) onde trabalhou por sete anos nas áreas de vendas e marketing. Ricardo é formado em Economia pela Universidade Mackenzie e possui MBAs em Marketing pela ESPM e Gestão pela FGV.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos