Precisamos de mais urgência da China em promessas climáticas, diz chefe da COP26

·1 minuto de leitura
Alok Sharma

Por William James

LONDRES (Reuters) - Alok Sharma, o presidente britânico da COP26, disse que quer ver mais urgência da China no cumprimento de suas promessas climáticas antes da Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática na Escócia em novembro.

"Precisamos que o sistema chinês cumpra os compromissos do presidente Xi com mais urgência", disse Sharma a um comitê parlamentar.

"O que é muito importante no caso da China --de fato, de cada país-- é delinear políticas detalhadas que depois levem aos compromissos de longo prazo que estão sendo assumidos."

A China visa atingir um pico de emissões antes de 2030 e alcançar a neutralidade de carbono até 2060.

Sharma, parlamentar eleito e membro do gabinete do primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, disse que quer realizar reuniões presenciais com as partes da cúpula para aumentar o ímpeto político do processo de negociar seus resultados.

"Quero ter, em julho, uma reunião física com um grupo representativo de ministros para tentar levar adiante politicamente algumas daquelas questões essenciais pendentes que precisam de envolvimento político, ao invés de só deixá-lo aos negociadores", disse.

"Acho que muitas das partes não querem ter negociações formais a menos que possamos nos encontrar fisicamente."