'Precisamos vacinar a população’, diz Queiroga sobre o fim da obrigatoriedade de máscara para vacinados

·1 minuto de leitura

BRASÍLIA — O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, negou nesta quinta-feira que desobrigará o uso de máscara facial neste momento para pessoas que já se vacinaram contra a Covid-19. No entanto, a medida é estudada pelo ministério.

— Queremos que seja o mais rápido possível, mas precisamos vacinar a população — afirmou o cardiologista à CNN.

Mais cedo, Bolsonaro declarou que ministério desobrigaria o uso também para quem já se contaminou; ministro disse apenas que há "estudo" sobre o tema, sem detalhar.

— Por coincidência, olha a matéria para a imprensa, acabei de conversar com um tal de Queiroga. Ele vai ultimar um parecer visando a desobrigar o uso de máscara por parte daqueles que estejam vacinados ou que já foram contaminados. Para tirar esse símbolo, que obviamente tem sua utilidade, para quem está infectado — declarou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos