Preço de imóveis tem maior alta desde agosto de 2014, mostra FipeZap

·1 minuto de leitura
Houses of different size with different value on stacks of coins. Concept of  property, mortgage and real estate investment.  3d illustration
Custo médio do metro quadrado nas 50 cidades analisadas pela Fipe ficou em R$ 7.655 (Getty Creative)
  • Preço médio de venda de imóveis teve alta de 0,57% em junho

  • Cidade que registrou maior aumento no preço médio foi Manaus (2,14%)

  • Com o metro quadrado custando R$ 9.529, Rio de Janeiro teve o preço mais alto entre as capitais

O preço médio dos imóveis residenciais teve o maior aumento desde agosto de 2014, chegando a 0,57%. À época, a alta foi de 0,68% e recentemente, em maio e abril, foi de 0,48% e de 0,30%, respectivamente. Os dados são do Índice Fipezap, calculado pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) e se baseiam em anúncios feitos em 50 cidades diferentes. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo

Leia também:

A cidade que registrou o maior aumento no preço médio foi Manaus (2,14%). Em segundo lugar vem Vitória (1,60%), seguida por Brasília (1,49%), Curitiba (1,47%) e Goiânia (1,40%).

Segundo o índice, o custo médio do metro quadrado nas 50 cidades analisadas pela Fipe ficou em R$ 7.655.

Preços nas capitais

Entre as 16 capitais acompanhadas, apenas uma teve queda no valor médio. Essa cidade foi Campo Grande, com variação de -0,94%.

Com o metro quadrado custando R$ 9.529, o Rio de Janeiro teve o preço mais alto entre as capitais. Depois do Rio, vem Brasília, onde o metro quadrado custa R$ 8.336.

Em contrapartida, as capitais com o menor valor médio foram Campo Grande (R$ 4.327/metro quadrado), João Pessoa (R$ 4.692/metro quadrado) e Goiânia (R$ 4.721/metro quadrado). 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos