Diesel subiu mais que o petróleo após demissões de Bolsonaro na Petrobras

O aumento do preço dos combustíveis, diesel incluído, é alvo de críticas frequentes (Getty Image)
O aumento do preço dos combustíveis, diesel incluído, é alvo de críticas frequentes (Getty Image)
  • Diesel fica cada vez mais caro ao longo dos anos

  • Diversos fatores influenciaram na escaladas dos preços

  • Demissões de Jair Bolsonaro influenciaram nos aumentos

Os caminhoneiros devem sofrer ainda mais com o preço dos combustíveis. Isso porque o reço médio do diesel nos postos de combustíveis do país cresceu 74% desde fevereiro de 2021, quando Jair Bolsonaro (PL), anunciou a demissão de Roberto Castello Branco, do comando da Petrobras.

Um levantamento feito pela GloboNews, com base em dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e em números da Necton Investimentos mostra que o valor do barril de petróleo subiu 59% (de R$ 368,97 para R$ 587,24), ou seja, em um ritmo menor.

Entre 2016 e 2020, o preço do diesel aumentou por causa da combinação da alta no valor do refino aliada pela instabilidade política do país. Após a invasão da Ucrânia pela Rússia, a situação piorou.

Com o constante aumento no preço dos combustíveis, em especial o do diesel, o presidente da república se tornou alvo de críticas, o que motivou trocas sucessivas na presidência da empresa. Isso também impacta na precificação dos produtos.

O Nordeste foi o local que sentiu o maior aumento. Na região, a variação no valor médio do diesel cobrado do consumidor foi de 81% (de R$ 3,99 para R$ 7,23). O Norte foi o menor, com uma escalada de 69%.

Diesel no cenário global

Outro fator que poderia explicar é a redução na oferta. Nos últimos anos, principalmente durante a pandemia, o mercado de refino perdeu uma capacidade de mais de 3 milhões de barris/dia, sendo a metade estava na América do Norte.

No período, diversas refinarias fecharam, sobretudo diante das incertezas trazidas pela transição energética e a consequente falta de clareza sobre o futuro da demanda por combustíveis. Contudo, no Brasil, os aumentos ainda seguem maiores do que a média global.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos