Preço médio de compartilhamento de senhas do Netflix seria de R$ 10

Netflix está testando uma nova maneira de lidar com o compartilhamento de senhas (Getty Creative)
Netflix está testando uma nova maneira de lidar com o compartilhamento de senhas (Getty Creative)
  • Considerando o plano Standard da Netflix, a taxa gira em torno de 27% do preço cobrado pela assinatura

  • A Netflix anunciou pela primeira vez, em março, que testaria maneiras de cobrar pelo compartilhamento de senhas

  • No Brasil, o preço cobrado para o compartilhamento de senha ficaria na casa dos R$ 10 a R$ 11

O portal Tecmundo fez uma projeção de quanto custaria o compartilhamento de senhas da Netflix no Brasil. A plataforma de streaming está testando uma nova maneira de lidar com o compartilhamento de senhas em países como Argentina, El Salvador, Guatemala, Honduras e República Dominicana.

O teste consiste em solicitar que os usuários paguem uma taxa adicional se usarem uma conta fora de casa por mais de duas semanas, custando o equivalente a US$ 1,17 (R$ 6,27) na Argentina e US$ 2,99 (R$ 16,04) nos outros países.

"A taxa para adicionar domicílios extras na conta da Netflix é de 219 pesos na Argentina e US$ 2,99 em países como El Salvador e Honduras, que também receberam o teste. Considerando o plano Standard, a taxa gira em torno de 27% do preço cobrado pela assinatura. Ou seja, no Brasil, o preço cobrado para o compartilhamento de senha ficaria na casa dos R$ 10 a R$ 11", conclui a reportagem.

O Tecmundo ressalta que cálculo em questão leva em conta apenas os preços divulgados pela Netflix para a função em outros países. "Ou seja, o valor não foi confirmado pela empresa e pode variar, isso se a novidade realmente for lançada pela companhia".

A Netflix anunciou pela primeira vez, em março, que testaria maneiras de cobrar pelo compartilhamento de senhas, apenas algumas semanas depois de anunciar aumentos de preços para clientes dos Estados Unidos.

A plataforma estuda ainda em uma opção de assinatura suportada por anúncios e, na semana passada, disse que faria parceria com a Microsoft para impulsionar seus anúncios. A empresa tem motivos claros para buscar novas formas de gerar receita; em abril, após um boom de assinantes no início da pandemia, a empresa anunciou que havia perdido assinantes pela primeira vez em mais de uma década.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos