Prefeito de Araraquara (SP) é ameaçado por causa de lockdown na pandemia

O GLOBO
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO. Prefeito de Araraquara (SP), uma das primeiras cidades a decretar lockdown em meio à segunda onda da Covid-19, o petista Edinho Silva foi ameaçado de morte em uma rede social e registrou boletim de ocorrência neste domingo.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo, uma equipe de investigação da Delegacia seccional de Polícia da cidade realiza diligências para tentar identificar os autores das ameaças, que registraram descontentamento com as medidas restritivas na cidade.

O comércio não essencial na cidade está fechado desde 8 de fevereiro. Nos últimos dias, mercados também foram fechados para reduzir a circulação do vírus na cidade.

Na noite de sábado, um usuário da internet registrou em rede social: "Alguém sabe onde o prefeito Edinho mora?"

Nos comentários, além do endereço do prefeito, outros usuários escreveram mensagens com ameaças. "Aqui tem coragem, queria só round com ele primeiro. Depois ia esfaquear de baixo para cima", escreveu um usuário. "Vamos encapuzados", comentou outro.

Araraquara registrou 17,1 mil casos de Covid-19 e 325 mortes pela doença.