Prefeito de Atenas acusa partido de xenofobia

O prefeito de Atenas, Giorgos Kaminis, comprometeu-se a evitar que o partido de extrema-direita Golden Dawn distribua alimentos apenas para gregos na Praça Syntagma, a mais movimentada da capital da Grécia. Kaminis acusa o grupo de envolvimento em "caridade racista e xenófobos".

No entanto, o Golden Dawn informou que ignorará os comentários do prefeito e que continuará com a distribuição. Apesar de rejeitar o rótulo de neonazista, o grupo é apaixonado por literatura e símbolos nazistas.

Em plena recessão da economia grega, o partido tornou-se o terceiro mais popular. No ano passado, o Golden Dawn conquistou 18 dos 300 assentos do parlamento. Seus membros têm sido repetidamente relacionados a ataques em regiões do país com grande população de imigrantes.

Prisões

Nesta quarta-feira, a polícia grega informou ter detido dois homens sob acusações de adesão a uma organização terrorista e de participação em um assalto a banco no noroeste do país, há dois anos. De acordo com o porta-voz da polícia grega, Christos Parthenis, Argyris Dalios, 22 anos, e Foivos Charisis-Poulos, 23 anos, foram presos em Atenas na terça-feira (30), com mandados que haviam sido emitidos em fevereiro. As informações são da Associated Press.

Carregando...

YAHOO NOTÍCIAS NO FACEBOOK

Siga o Yahoo Notícias