Prefeito de Caxias libera vacina de Covid-19 para pessoas acima de 55 anos e gera confusão

Rafael Nascimento de Souza
·3 minuto de leitura

RIO - Uma confusão no cronograma de idades marcou o retorno da vacinação contra Covid-19 em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, na manhã deste sábado. Enquanto oficialmente a prefeitura da cidade informava que apenas pessoas a partir de 60 anos iriam receber a primeira dose, funcionários que vacinavam na Praça da Mantiqueira, em Xerém, e em outras unidades, tiveram autorização para imunizarem pessoas a partir de 55 anos. A ordem, segundo quem aplicava as doses no município, teria partido do próprio prefeito, Washington Reis (MDB).

— A minha colega passou (uma mensagem no) WhatsApp dizendo que tinham liberado para pessoas com mais de 55 anos. Foi surpresa, porque as datas não estão batendo. Pela tabela que me deram, a minha dose só seria dia 28 de abril — lembra dona Maria Aparecida Gomes do Espírito Santo, de 57 anos, que conseguiu receber o imunizante.

Procurado, Reis confirmou que liberou a vacinação para pessoas com mais de 55 anos em pontos onde a procura é baixa. Ele informou ainda que a cidade só tem ampolas à disposição para serem aplicadas como primeira dose até domingo. O restante será usado para a segunda dose.

— Estamos fazendo a otimização da vacina. Caxias é a cidade que mais tem vacinado. As vacinas chegaram ontem às 9h, e a ordem é colocar as vacinas no braço, e não na geladeira. Onde tem menor densidade, estamos vacinando até 55 anos. Em locais com maior população apenas 60 anos. Estamos consumindo-a no local — diz Reis.

Essa não é a primeira vez que o prefeito do município resolveu não seguir o Plano Nacional de Imunização (PNI). Em março ele decidiu diminuir a faixa etária do público-alvo de vacinação contra Covid-19 de 80 anos para a partir de 60 anos, o que gerou uma corrida aos postos, inclusive de pessoas que vieram de outras cidades. Após o ocorrido, a 3ª Vara Cível de Duque de Caxias expediu liminar para que o município siga o PNI e priorize a aplicação de acordo com a faixa etária dos idosos.

Washington Reis, no entanto, ndicou que não pretende cumprir a determinação e também não fará parte do calendário de vacinação unificada estabelecido pelas prefeituras do Rio, Niterói, Maricá e Itaguaí. Segundo o prefeito, “nos próximos dias vamos chegar a 45 anos”.

— Vou seguir o que estou fazendo, um calendário próprio. Está dando certo — finalizou.

Alívio entre moradores

O porteiro José Carlos Pires, de 59, diz que foi a esposa dele, uma senhora de 55 anos, que o avisou sobre a possibilidade de ambos receberem a vacina neste sábado.

— Eu sabia que era para 60 anos, mas aproveitei a oportunidade para ser vacinado. Cheguei aqui, mostrei a identidade e um comprovante de residência e fui vacinado — contou o porteiro, que completa:

— (A minha dose) foi antes do que eu esperava, e agora é uma sensação de vitória.

Escassez de insumos: Hospitais do Rio já começam a ter escassez de insumos para tratamento, relatam profissionais

O aposentado Gilberto Batista dos Santos, de 79, que ainda não tinha sido vacinado — já que no dia que ele foi Praça Mantiqueira houve um tumulto e muita gente ficou sem imunizante — foi acompanhado da sobrinha, a empregada doméstica Creuza Batista da Conceição, de 59, que também foi vacinada. Creuza lembra que passava pelo local e perguntou se poderia ser vacinada:

— Eles disseram que o prefeito tinha liberado para a minha idade. Me vacinei e aproveitei para buscar o meu tio. É uma sensação muito boa.

Já o mecânico de manutenção Paulo César Dias, de 61 anos, diz que estava na “expectativa porque tem muita gente morrendo”. Morador de Xerém, ele contou que “estava ansioso” para chegar sua vez.

Ao todo, foram disponibilizadas duas mil doses na Praça da Mantiqueira. Caxias possui 15 postos de vacinação, e o objetivo era imunizar mais de 25 mil pessoas neste sábado. Os locais de vacinação são: Parque Eldorado, Amapá, Capivari, Xerém (Rodoviária - CEO), Praça da Mantiquira, Santo Antônio, Vila do Blocos (Praça do Antigo Cine FNM), Vila Santa Alice (CRAESM), Jardim Olimpo, Vila Canaã, Praça da Matriz (Santa Cruz da Serra), Parque Paulista, Codora, São Judas Tadeu (Vai Quem Quer) e Figueira.