Prefeito de Perolândia-GO morre vítima da Covid-19, aos 44 anos

·2 minuto de leitura
Jhonatta não resistiu às complicações da Covid-19 - Foto: Reprodução/Facebook
Jhonatta não resistiu às complicações da Covid-19 - Foto: Reprodução/Facebook
  • Dr. Jhonatta tinha apenas 44 anos, mas não resistiu às complicações da Covid-19

  • O prefeito havia sido internado em 24 de abril, chegou a apresentar melhora, mas morreu no domingo

  • Sua esposa, Sara, também foi diagnosticada com o vírus, mas recuperou-se e recebeu alta 

O prefeito da cidade de Perolândia, no interior de Goiás, tornou-se uma das 422.418 vítimas fatais da Covid-19 no Brasil. Jhonatta Cortez da Silva (DEM) não resistiu às complicações do vírus e teve o óbito confirmado no último domingo.

Conhecido como Dr. Jhonatta, o político tinha apenas 44 anos e estava em seu segundo mandato seguido à frente de Perolândia. Em nota nas redes sociais, a prefeitura da cidade confirmou a morte e prestou homenagem a ele.

Leia também

“Ontem nos despedimos do prefeito que transformou a história de Perolândia para sempre”, escreveu. “Sua marca ficou em todo o município.”

De acordo com a prefeitura, Jhonatta morreu na madrugada de domingo em Goiânia, onde estava internado. Seu corpo foi velado na Escola Municipal Ulisses Guimarães e a despedida foi reservada à família.

O prefeito ficou pouco mais de duas semanas internado. No dia 24 de abril, deu entrada no Hospital das Clínicas Dr. Neves, em Mineiros-GO. Com o agravamento de seu quadro, porém, precisou ser transferido para uma unidade em Goiânia.

Prefeitura manifestou luto por Jhonatta - Foto: Reprodução/Facebook
Prefeitura manifestou luto por Jhonatta - Foto: Reprodução/Facebook

Inicialmente, a prefeitura havia informado que a internação de Jhonatta acontecera “por motivos de segurança” e que seu quadro era “estável”. Apenas três dias depois, em 27 de abril, porém, um comunicado explicava que a situação já era “delicada”.

O último boletim divulgado pelo órgão, ainda em 4 de maio, dizia que o estado de saúde do político era “estável”, com “ventilação não-invasiva”, “melhora na oxigenação e boa evolução”.

Esposa de Jhonatta, a primeira-dama da cidade, Sara Almeida, também precisou ser internada por conta da Covid-19, mas recebeu alta e, no dia 30 de abril, já não apresentava nenhum sintoma.

Governador lamenta morte

A morte do prefeito de Perolândia foi lamentada pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado, nas redes sociais. “Aos familiares e amigos, manifestamos a nossa solidariedade. Que Deus possa confortar o coração de todos nesse momento tão difícil”, escreveu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos