Prefeito de Nova York retira sua candidatura presidencial

(Arquivo) O prefeito de Nova York, Bill de Blasio

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, anunciou nesta sexta-feira sua renúncia à pré-candidatura democrata para as eleições presidenciais dos Estados Unidos.

"Claramente não é minha hora, vou encerrar minha campanha presidencial", disse de Blasio ao programa MSNBC.

O anúncio ocorre depois que De Blasio não se qualificou para o debate televisivo mais recente entre os candidatos, enquanto lutava para obter mais de um por cento nas pesquisas.

Sua ausência prolongada do gabinete do prefeito enquanto ele estava na campanha eleitoral também gerou críticas generalizadas, incluindo as do presidente Donald Trump, que reagiram ao anúncio ridicularizando o nova-iorquino.

"Ah, não, ótimas notícias políticas, talvez a maior história em anos! O prefeito em tempo parcial da cidade de Nova York, Bill de Blasio, que obteve um zero sólido nas pesquisas, mas tinha um espaço enorme para crescer, se aposentou da corrida presidencial ", disse Trump no Twitter.

De Blasio é a segunda pré-candidatura democrata de Nova York a largar a corrida depois que a senadora Kirsten Gillibrand encerrou sua campanha no final do mês passado, também por fracassar nas pesquisas.

O ex-vice-presidente Joe Biden lidera as pesquisas, seguido pelos senadores de esquerda Elizabeth Warren e Bernie Sanders.