Prefeito de NY, que se recusou a receber Bolsonaro, faz reunião com Bruno Covas

DANIELA LIMA
***FOTO DE ARQUIVO*** NOVA YORK, EUA, 15.07.2019 - O prefeito de São Paulo, Bruno Covas. (Foto: William Volcov/Brazil Photo Press/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, esteve nesta terça (16) com Bill de Blasio, que comanda a cidade de Nova York.

Os dois tiveram uma reunião no gabinete do americano.

Segundo pessoas próximas, a conversa girou em torno de temas como mudanças climáticas, migrações, educação e saúde; em especial sobre saúde mental.

Nesta seara, Nova York exportou suas experiências para outras grandes cidades, como Londres.

Covas aproveitou a oportunidade e convidou Blasio para evento do Banco Mundial em São Paulo, em setembro.

O prefeito de NY virou notícia no Brasil ao comandar uma operação de veto a homenagem da Câmara de Comércio ao presidente Jair Bolsonaro no início do ano.

Na ocasião, ele disse que Bolsonaro não era bem-vindo na cidade e acusou o presidente de ser “homofóbico com orgulho”.

Durante a passagem por NY, Covas fez questão de se distanciar de Bolsonaro, defendendo posições diferentes das do presidente, por exemplo, no que diz respeito ao Acordo de Paris.