Prefeito de Passa Quatro (MG), morto na véspera da eleição, é reeleito com 60%

FERNANDA CANOFRE
·2 minuto de leitura

BELO HORIZONTE, MG (FOLHAPRESS) - Antônio Claret Mota Esteves (PV), então prefeito de Passa Quatro (MG) e candidato à reeleição, morreu aos 62 anos no sábado (14), véspera do pleito, mas terminou reeleito com 60,8%, o equivalente a 5.638 votos. Os outros dois candidatos que concorriam a disputa, Betinho Paiva (DEM) e Dr. Aledson (PSC), ficaram respectivamente com 35,6% (3.302 votos) e 3,59% (333 votos). Segundo o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais, o PV apresentou pedido de substituição ainda no sábado, indicando o atual vice-prefeito da cidade, Henrique Nogueira Gonçalves, como novo candidato a prefeito. O candidato a vice, Marco Torres, vereador pelo PV e que concorria junto com Claret, foi mantido na chapa. A decisão pela chapa com Henrique e Marco Torres foi anunciada nas redes sociais da campanha, ainda no sábado, junto a um vídeo com cenas de bastidores de Claret. Mas não houve tempo de substituir o candidato nas urnas. O processo para validação da chapa segue o processo normal de registro de candidatura, segundo o TRE: o partido informa os candidatos, a zona eleitoral publica edital com as informações, corre prazo de cinco dias para impugnação e, depois do prazo, o juiz eleitoral analisa o pedido de registro. Se o pedido for deferido, eles estarão eleitos, validando os votos deste domingo (15). Como a chapa obteve mais de 50% dos votos válidos, caso seja indeferido, haverá uma nova eleição no município. Claret foi vereador em Passa Quatro, presidente da Câmara, vice-prefeito, perdeu a disputa para prefeito em 2012 e venceu em 2016, assumindo a cadeira pela segunda vez. O PV publicou uma nota de pesar em seu site, ainda no sábado, salientando a importância de Claret como quadro histórico do município, onde foi o primeiro prefeito eleito após a redemocratização, aos 28 anos, em 1986.