Prefeito que realizou "festa da posse" é vacinado e recebe críticas

Colaboradores Yahoo Notícias
·2 minuto de leitura
O prefeito de Peritoró (MA), Dr. Junior, na festa da posse e tomando a Coronavac

O prefeito de Peritoró (interior do Maranhão), Dr. Junior (PP), recebeu uma dose da Coronavac, vacina contra a Covid-19, mesmo sem provar que atua na linha de frente no combate ao novo coronavírus, exigência para ser imunizado na primeira fase da campanha. A mulher dele, também médica, foi vacinada na sequência.

O ato revoltou a população, pois três semanas atrás Dr. Junior promoveu uma “festa da posse” com a presença de artistas, provocando grande aglomeração. Em vídeo publicado nas redes sociais do prefeito, é possível ver os espectadores sem máscaras e amontoados em frente ao palco dos shows.

Leia também

“Enfim a hipocrisia! Aglomera, não respeita as medidas mínimas para contenção da disseminação do vírus e agora está aí sendo vacinado!”, criticou um homem no Instagram do prefeito. “Linha de frente agora se chama “festa de posse’?”, ironizou uma mulher. “Vergonha tirar a vacina de pessoas que precisam e tomar uma pessoa que fez uma posse lotada de aglomeração e pessoas sem máscaras”, reclamou outro rapaz.

De acordo com a Prefeitura, a primeira-dama Samira Martins atua na linha de frente contra a Covid-19. Em sua rede social, Dr. Junior afirmou que estar apto a receber a vacina. Entretanto, não especificou onde tem atuado no combate à doença.

"Iniciamos hoje a campanha de vacinação contra o coronavírus. Eu sou médico, sou da linha de frente, como todos sabem e fiz o exemplo, me vacinei. Para mostrar a população que a vacina é segura”, disse Dr. Junior.

Além de profissionais da área da saúde que atuam na linha de frente, a vacinação contra o coronavírus no Maranhão é prioritária a idosos que vivem em abrigos de longa permanência.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), Peritoró recebeu, nesta primeira etapa da campanha, 163 doses da vacina Coronavac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo.