Prefeitos no Paraná abandonam partido de Roberto Jefferson e vão se filiar ao PSD

·1 min de leitura
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, BRASIL, 16.01.2018 - O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, durante entrevista exclusiva à Folha de S.Paulo, na sede nacional do Partido Trabalhista Brasileiro, em Brasília (DF). (Foto: Mateus Bonomi/Folhapress) ORG XMIT: AGEN1801161648460506
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, BRASIL, 16.01.2018 - O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, durante entrevista exclusiva à Folha de S.Paulo, na sede nacional do Partido Trabalhista Brasileiro, em Brasília (DF). (Foto: Mateus Bonomi/Folhapress) ORG XMIT: AGEN1801161648460506

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Seis dos oito prefeitos do Paraná filiados ao PTB estão migrando para o PSD, puxados pela deputada Luísa Canziani e seu pai, Alex Canziani. O partido comandado por Gilberto Kassab realizará neste sábado (6), em Cambé, um ato de filiação.

Juninho (Itaguajé), Maria Edna (Prado Ferreira), Adelita (Quatigá), Edimar Santos (Santa Cecília do Pavão), Valente (Santa Isabel do Ivaí) e Venícius Rosa (São Jerônimo da Serra) trocarão de sigla.

Luísa entrou com uma ação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) solicitando a desfiliação do PTB após ter sofrido ataques por parte de Roberto Jefferson e outros membros do próprio partido após episódio em que utilizou um aparelho de gravação durante reunião com deputados no Ministério da Educação.

Ela diz que utilizava o aparelho a pedido de programa da TV Globo e que havia informado ao secretário executivo do MEC.

No entanto, passou a ser chamada de "traíra", "x9" e "espiã" nas redes sociais por membros do PTB. Jefferson disse que ela estava expulsa do partido, e a comissão de ética do partido abriu procedimento para desligá-la.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos