Prefeitura de Belém anuncia auxílio para trabalhadores prejudicados pela interdição da ponte que liga Belém a Outeiro

·1 min de leitura

BELÉM — Edmilson Rodrigues, prefeito de Belém do Pará, anunciou no último domingo, 23, medidas financeiras para ajudar os moradores afetados pela queda de um dos pilares que liga Belém à ilha do Outeiro. O pilar da ponte caiu depois de ser atingido por uma embarcação no último dia 17.

Segundo o prefeito da capital paraense, os barraqueiros cadastrados no PMB receberão R$500 durante seis meses. Já ambulantes, garçons e demais profissionais terão um auxílio de R$300 também nesses seis meses. Também será criada uma linha de microcrédito no valor de R$1 milhão.

Além dessas medidas, o programa Bora Belém, que oferece R$450 por mês para famílias em situação de vulnerabilidade social deverá ser expandido. Atualmente 670 famílias são atendidas pelo programa, mas segundo Edmilson Rodrigues, o valor deve dobrar, bem como o número de famílias atendidas deve aumentar.

O acidente

No último dia 17, uma embarcação atingiu um dos pilares que sustentava a ponte que liga Belém a Outeiro. O responsável já foi apreendido, mas os transtornos continuam: balsas e lanchas foram enviadas para transportar a população, mas elas não suportam o grande contingente de pessoas e, além da demora, ficam superlotadas.

No último domingo, 23, a reconstrução foi iniciada, mas de acordo com o Governo do Pará, deve levar sete meses. Um cabeamento está sendo feito para viabilizar do transporte de veículos leves e pedestres. Segundo detalhou Adler Silveira, titular da Secretaria de Estado de Transportes (Setran), os cabos de aço vão ser colocados a partir desta segunda-feira (24). Com isso, em 30 dias será feito um teste de carga que poderá liberar o tráfego para pedestres, motocicletas e bicicletas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos