Prefeitura de SP cancela réveillon e manterá uso de máscara na cidade

·3 min de leitura
Governor of Sao Paulo Joao Doria and Mayor of Sao Paulo Ricardo Nunes attend the reopening of Museu da Lingua Portuguesa (Museum of the Portuguese Language), after a fire destroyed the building in 2015, in Sao Paulo, Brazil July 31, 2021. REUTERS/Carla Carniel
Em Nova York com João Doria, Ricardo Nunes vai anunciar a manutenção das máscaras na capital (Foto: REUTERS/Carla Carniel)
  • Cidade de São Paulo vai cancelar festa de réveillon

  • Máscaras serão mantidas na capital paulista mesmo em ambientes abertos

  • Anúncio será feito oficialmente pelo prefeito Ricardo Nunes nesta quinta

A cidade de São Paulo não terá festa de réveillon na virada de 2021 para 2022. O anúncio será feito oficialmente pelo prefeito Ricardo Nunes (MDB), em Nova York, nesta quinta-feira (2), mas a informação foi adiantada pelo secretário de Saúde Edson Aparecido, em entrevista à GloboNews. 

Ricardo Nunes está em viagem com o governador do estado, João Doria (PSDB), e deve fazer o anúncio oficial ainda hoje.

Além disso, as máscaras continuarão sendo obrigatórias na capital paulista, mesmo em ambientes abertos. Segundo Aparecido, um estudo feito pela vigilância sanitária mostrou que é preciso continuar usando os itens de proteção individual. 

Inicialmente, a cidade de São Paulo seguiria o cronograma do governo do estado, que previa a flexibilização do uso de máscaras a partir de 11 de dezembro. Mas, a prefeitura ainda esperava um estudo para definir a data. Com a analise em mãos, a retirada das máscaras será postergada. 

O mesmo estudo feito pelo município indicou que é importante evitar aglomerações e, por isso, foi cancelado o réveillon na Avenida Paulista. A prefeitura previa que o evento pudesse ser realizado, ou não, mediante à situação epidemiológica da cidade. Diversas outras capitais também cancelaram as celebrações de ano novo.  

Três casos da Ômicron em São Paulo 

O estado de São Paulo já registra três casos confirmados da variante Ômicron, sendo dois deles na capital paulista. O casal de brasileiros infectados pela Ômicron, nova variante da Covid-19, foi imunizado com a vacina de dose única da Janssen, na África do Sul. A informação foi confirmada pelo secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, em entrevista à GloboNews. Na última terça-feira, agentes da Vigilância Sanitária estiveram com o casal e confirmaram a imunização com uma dose do imunizante da Janssen. Eles estão assintomáticos.

Os dois brasileiros estão na capital paulista, na casa de parentes, e seguem isolados.

A agência informou que exames preliminares feitos pelo laboratório Albert Einstein comprovaram a presença da variante Ômicron em testes de dois brasileiros — um homem e uma mulher — vindos da África do Sul, que desembarcaram no Aeroporto de Guarulhos no dia 23 de novembro.

Tentativa de adiantar a terceira dose

A prefeitura de São Paulo vai entrar com um pedido na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para reduzir o intervalo entre a segunda dose da vacina contra a covid-10 e a dose de reforço. A informação foi revelada pelo secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, em entrevista à BandNewsTV.

“A ideia é que a gente possa, rapidamente, ampliar a cobertura vacinal da população com a chamada terceira dose. Ontem o município tomou uma decisão importante, que foi já aplicar a Pfizer como dose de reforço nas pessoas que tomaram a dose única da Janssen, cerca de 350 mil pessoas”, declarou Edson Aparecido.

Segundo o secretário de Saúde, a equipe de vigilância sanitária da pasta realizou um estudo, mostrando ser possível reduzir o prazo – atualmente de cinco meses – para quatro meses. “Discutimos agora à noite com o prefeito Ricardo Nunes que está em Nova York, a possibilidade de solicitarmos a redução do prazo para aplicação da terceira dose para quatro meses”, revelou Aparecido na última quarta-feira (1º).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos