Prefeitura de SP confirma transmissão comunitária da variante Delta; há pelo menos 8 infectados

·2 minuto de leitura
People walk at a popular shopping street amid the coronavirus disease (COVID-19) outbreak in Sao Paulo, Brazil December 17, 2020. REUTERS/Amanda Perobelli
De acordo com o secretário, a cidade fez uma busca entre 60 testes positivos nas regiões dos bairros da Mooca, Belenzinho e Aricanduva, todos na zona leste. Com isso, foi confirmado mais quatro casos nessa região (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)

 

  • A Prefeitura de São Paulo confirmou, nesta terça-feira (20), a transmissão comunitária da variante Delta

  • A mutação da Covid-19, que é muito mais contagiosa que as anteriores, foi identificada em pelo menos oito pessoas na capital paulista

  • A variante Delta avança no Brasil e, de acordo com dados do Ministério da Saúde, há mais de 100 casos confirmados em pelo menos sete estados do país

A Prefeitura de São Paulo confirmou, nesta terça-feira (20), a transmissão comunitária da variante Delta. A mutação da Covid-19, que é muito mais contagiosa que as anteriores, foi identificada em pelo menos oito pessoas na capital paulista.

Em coletiva de imprensa, o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, disse que a prefeitura realizou uma análise dirigida com testes positivos na zona leste da cidade após a identificação de um caso no início de julho — o primeiro foi confirmado na cidade no último dia 7. 

Leia também:

"A gente conseguiu identificar aquele adulto do sexo masculino de 45 anos. Fizemos o monitoramento de 40 pessoas que tiveram contato com ele e com a família e, ao final, pode-se confirmar a transmissão comunitária da variante Delta aqui na cidade de São Paulo", afirmou.

De acordo com o secretário, a cidade fez uma busca entre 60 testes positivos nas regiões dos bairros da Mooca, Belenzinho e Aricanduva, todos na zona leste. Com isso, foi confirmado mais quatro casos nessa região.

"Acabamos de receber agora pela manhã a confirmação de mais quatro casos nessa região", informou Aparecido.

Variante Delta na zona norte de SP

Além disso, foram identificados outros dois casos na Vila Guilherme, na zona norte, e mais um caso de internação em um hospital municipal. 

Segundo dados da prefeitura, ao todo, são oito casos confirmados da Delta na cidade de São Paulo. Todos os casos foram confirmados pelo Instituto Butantan, após envio dos testes pela prefeitura.

"Nós vamos permanecer com o trabalho de envio semanal das amostras positivadas dos 96 distritos da cidade para os três institutos que a secretaria trabalha conjuntamente. Estamos mantendo todo o trabalho de monitoramento na atenção básica", declarou Aparecido.

Edson Aparecido foi diagnosticado com Covid-19. (Foto: Divulgação/SMS)
Sua proliferação no Brasil é a maior preocupação entre os especialistas neste momento da pandemia (Foto: Divulgação/SMS)

Delta preocupa pesquisadores

A Delta, identificada inicialmente na Índia no final do ano passado, tem mostrado uma transmissibilidade maior do que as outras variantes e tem preocupados países que estão repensando as medidas de segurança sanitária.

A variante Delta avança no Brasil e, de acordo com dados do Ministério da Saúde, há mais de 100 casos confirmados em pelo menos sete estados do país. Sua proliferação no Brasil é a maior preocupação entre os especialistas neste momento da pandemia.

Até agora, duas pessoas morreram no Brasil após se infectarem com a variante Delta. A primeira vítima foi um homem de 54 anos, que chegou ao país de navio, vindo da Malásia para o Maranhão. Ele ficou 40 dias internado. Em 18 de abril, uma mulher grávida de 42 anos faleceu no Paraná, após viagem ao Japão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos