Prefeitura derruba 10 construções irregulares em área de escoamento de chuvas na Rocinha

A Secretaria municipal de Ordem Pública demoliu, nesta quarta-feira, dez construções irregulares erguidas em área pública e de preservação ambiental na Rua Dionéia, no alto da comunidade da Rocinha, na Zona Sul do Rio. Segundo o órgão, as estruturas estavam sem modores. Foram derrubadas ainda fundações e alvenarias de imóveis em fase inicial de obras, além de uma garagem erguida sem autorização. As construções tinham sido condenadas em laudo da Defesa Civil por estarem no caminho do escoamento das águas das chuvas, pondo em risco moradores de casas próximas devido ao alto risco de desabamento.

Família no banco dos réus: Julgamento de Flordelis entra no terceiro dia e 28 testemunhas ainda serão ouvidas

Caso Flordelis: pastor morto entrou como filho da ex-deputada na casa da família, dizem testemunhas

Em setembro deste ano, uma outra operação para demolir essas construções teve que ser interrompida. Na ocasião,dez traficantes armados entraram no terreno e exigiram a saída dos operários quando eles começavam a remover uma vigas de sustentação de uma estrutrura.

Na ação desta quarta, participaram equipes da Secretaria de Conservação, Coordenadoria Técnica de Operações Especiais (Coope), Guarda Municipal, Light, Cedae, Comlurb e Polícia Militar.

Caso Flordelis: filho afetivo diz que choro de ex-deputada em enterro do marido assassinado 'não foi verdadeiro'

— Essa operação na Rocinha tem o objetivo de demolir construções irregulares, que foram erguidas em uma área de proteção ambiental, mas acima de tudo em uma região que é o ponto de escoamento das águas da chuva. Isso coloca em risco tanto as construções, quanto as pessoas que, eventualmente, venham a se instalar ali. É muito importante que as pessoas tenham essa consciência. E, reforço, nosso objetivo é proteger vidas e prevenir desastres. Temos feito muitas ações de demolição de construções irregulares, em especial em áreas sob influência do crime organizado e hoje o mais importante é fazer com que vidas sejam preservadas — afirma o secretário de Ordem Pública Brenno Carnevale.

Casa dividida: 'Tinha privilégios para um grupo e outros não. Eram facções', diz policial durante julgamento