Prefeitura deve anunciar na próxima semana data para retorno dos treinos de clubes do Rio

Luiz Ernesto Magalhães
Jogadores do Flamengo realizaram atividades no Ninho do Urubu e clube foi notificado pela Prefeitura (20-05-20)

A prefeitura está negociando a retomada dos treinos com a Federação de Futebol do Estado do Rio (Ferj) e os clubes. A data para a retomada das atividades deve ser anunciada na semana que vem, segundo o secretário de Ordem Pública, Gutemberg Fonseca. No entanto, para isso, será necessário adotar uma série de medidas de prevenção. Uma delas é a criação por parte dos clubes de um programa de testagem em comunidades vizinhas aos centros de treinamento.

- Ainda não temos uma data. Esse protocolo será apresentado em uma reunião do comitê científico no fim de semana. Os clubes testarão de 30 a 50 pessoas por dia, incluindo atletas e parentes, funcionários e moradores de comunidades vizinhas as áreas de treinamento - disse Fonseca.

De acordo com o protocolo, os atletas não poderão se deslocar em ônibus para os CTs, apenas em carros. A Ferj informou ainda que negocia com a Rede D'or uma parceria para uso de leitos privados, uma  forma reduzir a ocupação de leitos públicos por pacientes da Covid-19.

Alguns clubes já retornaram parte das atividades. O Flamengo recebeu uma notificação da Seop na quinta-feira por atividades no Ninho do Urubu, em Vargem Grande, na Zona Oeste.

- Eles ficaram de responder a notificação hoje. O que já anteciparam é que não seria um treinamento em si, mas atividades de reabilitação de fisioterapia no campo. Fisioterapia é permitido - afirmou o secretário.

Representantes do Conselho Regional de Educação Física foram ao Riocentro nesta sexta-feira para uma reunião com o prefeito Marcelo Crivella. Eles reivindicam a reabertura imediata  das academias de ginástica , mediante a adoção de normas de segurança. O Conselho aposta que essa será uma das primeiras atividades a ser retomada na cidade:

- Essa é uma reivindicação que temos pedido à prefeitura desde 17 de abril.O estado do Rio tem quatro mil academias e já foram definidos vários protocolos de segurança pela categoria. Deve ser respeitada uma distância mínima entre os frequentadores de dois metros. Após cada uso de aparelho, o próprio usuário deve limpar os equipamentos com álcool em gel. Além disso, as academias deverão fazer entrevistas entre os usuários para identificar quem já contraiu o coronavírus e implantar um sistema de monitoramento de temperatura corporal -disse o vice presidente do Conselho, Ernani Contursi.